https://www.poetris.com/
Poemas : 

Sonhadora

 
Arranco a culpa
Arranco a ferida
Rasgo a dor de nada e tudo doer
a alma triste e perdida
mas não o fogo d' um amor por nascer
Arranco a dúvida
e a desculpa.
A solidão.
Arranco até o coração.
Só não arranco a tua presença no meu ser.
Nem a noite que o segredo calou
nem a chama
nem a esperança
que no tudo mergulhou.
Respiro-me livre.
Profundamente
respirando-te na minha mente.
E na Inspiração
sonho que és tão somente.
Ah...louca sonhadora...
Não mais que, a minha respiração.


Marina Neuza Barbosa

 
Autor
Marineuza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
80
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/11/2020 21:49  Atualizado: 16/11/2020 21:49
 Re: Sonhadora
há coisas que não se pode arrancar, por muita vontade que por vezes se possa ter, e mesmo naquelas alturas em que vamos com toda a..., chega-mos perto e pensamos: não, eu não te posso estragar, és tão... ou antes: fofinho/a querido/a, fazes-me tão bem... é... de facto o sonho...
uma boa noite Marineuza