https://www.poetris.com/
Poemas -> Intervenção : 

"do fogo,"

 
Tags:  burn..  
 

"Com estas flores pensava, doce donzela , adornar teu leito nupcial e não espalhá-las sobre tua sepultura."


(Hamlet) Cena I, Ato V
















Toda essa pretensão e esse contra-brilho
Na estrada devorada de setas e voltas
Em irreais e subversivas análises do exílio
Ao restrito ato de impostor de mãos depostas

A caminho de um contato apresentado
De uma escolha direta por ensaio ruído
Eis-me.. sob névoa da manhã mais livre deste lado
Ao pecado composto de ordens e outros gritos

Livra-me da minha inspiração que falta-me ser
Na noite mais escura que segue-me até me perder
Outra carta que não entrego, outra linha muda

Da espécie que transforma essa linha avulsa
Comprime-me ao ar rarefeito e desvia a minha ira
A minha força de quebrar o aspecto e essa pira




Que te acende..





a retirar,

 
Autor
Hv|s
Autor
 
Texto
Data
Leituras
161
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 25/11/2020 09:56  Atualizado: 25/11/2020 09:56
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3944
 Re: "do fogo,"


Suportar o que for
É poder enfrentar tudo
Sendo feliz ao lado de seu amor

um abraço poeta Hv|s