https://www.poetris.com/
Poemas : 

O Eterno Rei

 
Tags:  cavaleiro  
 
O meu coração ferve com um nobre tema,
enquanto recito os meus versos ao rei, em poema.
A minha língua é a pena de um destro escritor.
Tu és o mais formoso, dos filhos dos homens em amor.


Os teus lábios foram ungidos, com muita graça,
por isso Deus te abençoou, para sempre...
Cinge a tua espada à coxa, ó valente...
Cinge-te de glória, e majestade, que a outro não passa.


Nessa, majestade cavalga pela causa da verdade,
da retidão, da tua grande humildade e serenidade,
à tua dextra, mostra coisas terriveis, nobre cavaleiro.


Os teus dardos são agudos no coração de todos os reis.
Tu ó rei, com os teus dardos, fazes cair os povos e as suas leis.
O teu trono ó Deus, é eterno e perpétuo, tu és de todos o primeiro!


Já fui Pastor das Assembleia de Deus em Portugal. Mas depois de ter ficado doente com a doença de Parkinson tive que deixar o ministério...Hoje estou na Unidade de Longa Duração e Manutenção de Albufeira...

 
Autor
HELDER-DUARTE
 
Texto
Data
Leituras
83
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/12/2020 17:29  Atualizado: 01/12/2020 17:29
 Re: O Eterno Rei
não me venha dizer que é o messias que eu mato-me já. a minha querida amiga patti smith disse que para se alcançar a liberdade é necessário dar muitos passos. não sei se ela a conhece, creio que sim, mas poucos serão os felizardos... ponha o tilt em retidão homem eheh