https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

Mortos

 
Mentira
Bem verdade
que elas são
Mas acalma
na hora da tempestade
Esquenta
na hora da necessidade

Como é difícil
Difícil rejeitar
Você está encolhida de frio
Então tem o cobertor

Não estou defendendo seu uso
Estou a defender aqueles que só tem a mentira para acalentar
Mas bem sei que dura pouco

" a mentira é como areia na boca "
Um bolo com areia
Só serve para os mortos
Eles sabem da mentira
Mas não deseja a verdade

Mentirosos
Seu trabalho
Seu ganha pão
É vender a mentira
Como erva daninhas

Sabem quê seu hospedeiro vai morrer
Mas só deseja sobreviver
Prolongar os dias
Mas afinal em vida eles já estavam mortos


Você deve estranhar eu falar tanto de Deus, mas foi em uma oração que eu pedi a Deus às palavras que escrevo , talvez um dia eu pare de escrever , mais Deus não depende de minhas letras para existir.

 
Autor
Erotides
Autor
 
Texto
Data
Leituras
89
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 04/12/2020 22:51  Atualizado: 04/12/2020 22:51
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9698
 Re: Mortos
Boa noite Erotides, somente a lisura nos remete a bom termo nesta nossa caminhada materialista, parabéns pelos vossos incisivos versos, enredando um intenso sentir, um abraço, MJ.