https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A sismologia nos símios

 
Tags:  Namastibet    Jorge Santos  
 
A sismologia nos símios
 






A sismologia dos Símios
ou a Cola do Tempo




Eu queria ter sido os outros,
Que fazem poesia de frase certa
Como quem charrua o tempo, grada
E cola o espaço à terra, o eco grave

Sem ser por motivo algum, algo
Dimétrico, o mero perecer das coisas,
O enlouquecer, a perspetiva, o dever mudo,
São a cola do tempo, o orgasmo,

A simbiose dos símios nos primatas,
Que somos nós hoje, o simples
Entediamento dos homens, eu queria
Ter sido dos outros sítios fragmento

De manto em forma e textura e sentir
A sintomatologia dos sítios por onde
Passa a fé humana, do pó à pedra, à lâmina,
A sismologia dos símios em monarcas,

Tendo nas mãos não ceptros, mas pás
Eólicas de moinhos de vento, paz ...
Eu queria ter sido dos outros, Seixos
Que partem para a guerra vesgos, cegos

Culpados de serem chama sem terem fúria
Ao lado dos outros que vêm das guelras,
O sustento, o tempo, o gozo a cola e os planos,
O X fundamental que é o da vitória

De humano contra humano, a história
Do tempo, pequena, concisa e a cola
Que cola o espaço ao eco, à Terra
Incorpórea, errante e cansada.





Jorge Santos (12 Dezembro 2020)


https://namastibet.wordpress.com
http://namastibetpoems.blogspot.com














Jorge S/Joel M/Namastibet/Transhumante

 
Autor
(Namastibet)
 
Texto
Data
Leituras
1026
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
(Namastibet)
Publicado: 12/12/2020 19:05  Atualizado: 12/12/2020 19:05
Subscritor
Usuário desde: 03/12/2020
Localidade: Azeitão/Setúbal
Mensagens: 485
 Re: A sismologia dos símios
Open in new window

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 13/12/2020 13:27  Atualizado: 13/12/2020 13:27
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: A sismologia dos símios
A vida é um sistema que nos faz pensar e agir de um jeito que os momentos são interpretados de maneira que pensamento, agem interpretativamente em um conjunto de percepção que rege o silêncio observativo. Martisn


Enviado por Tópico
(Namastibet)
Publicado: 26/12/2020 19:30  Atualizado: 01/01/2021 17:29
Subscritor
Usuário desde: 03/12/2020
Localidade: Azeitão/Setúbal
Mensagens: 485
 É tarde para morrer, de novo ...
















É tarde para morrer, de novo ...
















Prefiro rosas, papoilas a morrer por algo
Que não consigo definir realmente, não posso
Nem sei explicar o sentido, o modo
E a doçura, o relevo das folhas, o ópio

É a saudade que tenho das coisas frescas,
Pintadas como se fossem curvos figurantes
Dedicados a algum encarnado Jesus egípcio,
Fazendo de conta que existiu por mim,

E que eu próprio criei, embora seja também
Meu por direito e irmão, a única verdade
São os meus cinco sentidos saudosos,
Daí a lembrança dos espinhos verde-sangue,

Os que não cultivo e os cultivados,
Menos reais que os pinheiros azuis mansos,
E as cores do campo, únicas e com
Suave gosto a flores sem serem

Realmente isso, é tarde para morrer
De novo de amor humano, tal a minha
Devoção às flores do campo relvados, tingidas
De vermelhos e brancos, rosas-papoilas,

Mirtilos, framboesas, diospiros, fresas,
Limões granadilhos pimentas









J.S.































Enviado por Tópico
(Namastibet)
Publicado: 01/01/2021 17:32  Atualizado: 01/01/2021 17:33
Subscritor
Usuário desde: 03/12/2020
Localidade: Azeitão/Setúbal
Mensagens: 485
 Re: A sismologia nos símios
(Caminho de Santiago Francês (900km/sete dias e meio)

Open in new window