https://www.poetris.com/
Poemas : 

Astúrias

 
Tags:  meu    rei  
 
Nas Astúrias Plágio começou,
o processo de reconquista,
Contra o Islão muito a tanto, se empenhou!
Nele continuaram, os reis, de Leão,
Navarra, Castela a conquista,
ainda o rei de Aragão, nisso ele continuou!
Portucalen, Galiza o mesmo realizou!...
E assim nasceu Portugal, pais do sol.
El rei Afonso Henriques, muito guerreou,
para o inimigo, não foi ele nada mole.
Nisso continuarei, eu também a lutar,
pel'o reino, que eu bem acredito....
Ao meu reino e ao meu rei, eu vou ajudar
Até que de todo, eles venham a triunfar,
nisso eu sempre muito medito.
No meu Rei, eu vou de todo esperar!








Já fui Pastor das Assembleia de Deus em Portugal. Mas depois de ter ficado doente com a doença de Parkinson tive que deixar o ministério...Hoje estou na Unidade de Longa Duração e Manutenção de Albufeira...

 
Autor
HELDER-DUARTE
 
Texto
Data
Leituras
30
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.