https://www.poetris.com/
Poemas : 

Inveja

 
Tags:  mal    invejam  
 
A inveja mata, o que a tem, mata! Mata!
Eu não sei porque, mas muitos me invejam,
Sem admitirem, têm inveja, como uma espada!
Eu sinto essas invejas, pois de todo me cercam!


Mas vós que ardeis, em esse sentimento do mal,
Sabei que não me contaminais, nem por sinal!...
Mas só a vós muito prejudicais, de todo o modo!
Por isso com tal, eu em nada me incomodo!


Tenho costas largas e uma boa protecção,
não tendes em mim, mesmo qualquer ação!
Mas porque tal, fazeis? Isso eu vos pergunto?


Mas já sei a vossa resposta de verdade!...
Não tendes nenhuma resposta com facilidade!
Mas eu vos dIgo, vós sois maus, mesmo muito!


Já fui Pastor das Assembleia de Deus em Portugal. Mas depois de ter ficado doente com a doença de Parkinson tive que deixar o ministério...Hoje estou na Unidade de Longa Duração e Manutenção de Albufeira...

 
Autor
HELDER-DUARTE
 
Texto
Data
Leituras
61
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/01/2021 05:14  Atualizado: 13/01/2021 05:14
 Re: Inveja
sem dúvida. a inveja destrói o possuidor do desejo de possuir o que é do outro. o mundo infelizmente está cheio dela e então aqui no luso... ninguém fala do pântano onde se afoga. aliás aqui só se fala de nada. olhe, eu também tenho inveja do que o senhor não tem. uma boa noite