https://www.poetris.com/
Poemas : 

O tempo

 
No dia que nasce
Na nuvem que desaba
No arrepio da pele
Sinto o inverno que me envolve e me sorri.
Recebo assim a graça da vida e sorrio também
Há-de chegar o dia da sua despedida
e o meu espírito, sem culpa, mais se alegrará.
Logo que os lírios do campo
e os ninhos das árvores reclamem o seu tempo.
As tardes se alonguem
Os grilos cantem
e os pirilampos iluminem os caminhos
Por enquanto a chuva prepara a terra
O sol embala as nuvens
Os bichos hibernam
As frutas sonham a sua flor
e eu faço um intervalo no tempo sem estrelas.
No mar deserto
Na falta das cerejas
Na saudade do calor
Um dia qualquer olharei o horizonte
e a primavera será a ponte
O caminho para a estação
onde mora o meu coração
mas hoje.
Hoje o dia nasceu
e o inverno, de direito, me envolveu.


Marina Neuza Barbosa

 
Autor
Marineuza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
66
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Legan
Publicado: 17/01/2021 21:48  Atualizado: 17/01/2021 21:48
Da casa!
Usuário desde: 26/01/2010
Localidade: Algures em Trás-os-Montes
Mensagens: 494
 Re: O tempo
Cada dia é um dia para se viver e a primavera já está ai a vir...

Gostei do seu poema

Abraço