https://www.poetris.com/
Sonetos : 

AMOR QUE NÃO TEM PREÇO

 
Tags:  amor    paixão    poeta    cerrado    Luciano Spagnol    preço  
 
Depois que ti vi, só depois, razão na medida
Notei que sentiria amor que não tem preço
A poética maior do mundo, poesia da vida
E, se já apreciei algo igual, eu desconheço

Ardor feliz e casto, sentimento espesso
Abraço e a sensação na emoção diluída
No fiel olhar, cujo o bem e único apreço
É ser, sonhar, numa harmonia incontida

Depois que ti vi, só depois, eu entendi
Como é bom ter o coração na ventura
Invadido pela paixão, depois que ti vi!

De ter, junto a ti, o tal desejo que aporá
A felicidade, os beijos e a doce ternura
Na simpatia do amor amplo que me dá!

© Luciano Spagnol - poeta do cerrado
24/01/2021, 07’56” – Triângulo Mineiro

Vídeo no Canal do YouTube:
https://youtu.be/meAQ7JkseqI


Sou alma do cerrado, pé no chão, do triângulo, do chapadão. Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas ricas, arraiais, filho de Araguari, das Gerais...

- quarto filho de José Lino Spagnol e Joana D'Arc Brasileiro Spagnol.

 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
52
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
SoledadViñas
Publicado: 24/01/2021 11:40  Atualizado: 24/01/2021 11:40
Super Participativo
Usuário desde: 14/12/2020
Localidade:
Mensagens: 132
 Re: AMOR QUE NÃO TEM PREÇO
El alma que hablar puede con los ojos, también puede besar con la mirada.