https://www.poetris.com/
Poemas : 

Intima.mente

 


Dentro de mim um caminho

entre as árvores e um aroma

de alfazema.

Nas mãos

um tempo de esperança fugaz

a tecer um desvio à beira

de abismos que passam em dias de musgo.

Na orla do rio

o verde da seiva

a moldar no peito

a luz

onde se abrigam lugares

de ventos generosos.


"Fizeste da tua vida
Uma catedral abandonada
Horas esquecidas
Em adoração nocturna
Pedindo silêncio
A tudo o que perdeste."

Luís Falcão, in "Pétalas negras ardem nos teus olhos"


 
Autor
evelina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
97
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 06/04/2021 13:31  Atualizado: 06/04/2021 13:31
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1064
 Re: Intima.mente
Se o intimo entra em cena
Mostrando a sua claridade
Com essência de alfazema
No peito se abre a saudade!


Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 07/04/2021 20:48  Atualizado: 07/04/2021 20:48
Super Participativo
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 190
 Re: Intima.mente
O título faz logo pensar, em possíveis significados. Depois as imagens que transmite e o final onde senti um pouco de ironia.
Gostei de ler. :)

Abraço