https://www.poetris.com/
Poemas : 

o origami do cisne

 
Dobrou em quatro
a folha gatafunhada de papel pautado.

Pelos seus dedos passara
o mais agudo haicai,

tinha uma ironia e meia metáfora
no segundo verso,

no idioma de sua majestade
triplicou uma alegoria fabulosa
de desdém e abandono;

o resultado final,
de pescoço elegante e altivez,
vogava no lago das mãos do garoto
que apenas pedira
um pato

feio...


Sou fiel ao ardor,
amo esta espécie de verão
que de longe me vem morrer às mãos
e juro que ao fazer da palavra
morada do silêncio
não há outra razão.

Eugénio de Andrade

Saibam que agradeço todos os comentários.
Por regra não respondo.

 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
128
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
2
2
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 07/04/2021 14:02  Atualizado: 07/04/2021 14:16
Super Participativo
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 190
 Re: o origami do cisne
Tanto esforço, e a beleza está mesmo na inocência,de quem pede o simples. Gostava de ter a tua capacidade para comentar, mas apenas posso dizer que gostei muito.

Abraço irmão

Enviado por Tópico
Gilda.
Publicado: 07/04/2021 15:02  Atualizado: 07/04/2021 15:02
Participativo
Usuário desde: 26/03/2021
Localidade:
Mensagens: 49
 Re: o origami do cisne
O pormenor, o requinte, a ironia. Visualizo o cenário, os adereços, as personagens. Um grande poema. Parabéns