https://www.poetris.com/
Sonetos : 

MÚTUO

 
Tags:  amor    poeta    cerrado    Luciano Spagnol    mutuo    RECIPROCO  
 
Amor, vivo seduzido, nesta pureza
Onde o cuidado tem o seu recanto
Perto do teu olhar cheio de encanto
Tal o acalanto de uma grata leveza

Nesta tua gentileza, me dá certeza
Do sentimento que por ti é santo
Onde o afeto cresce tanto e tanto
E neste agitar a emoção é a presa

E vou na sensação num só desejo
Da teu acarinhar sempre presente
No suspirar, assim, que eu te vejo

Morro na paixão tão divinamente
Se tenho saudades, tem o ensejo
De que também por mim tu sente!

© Luciano Spagnol - poeta do cerrado
06/04/2021, 14’14” – Araguari, MG

Vídeo poético no Canal do YouTube:
https://youtu.be/dRmPKHrRctQ


Sou alma do cerrado, pé no chão, do triângulo, do chapadão. Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas ricas, arraiais, filho de Araguari, das Gerais...

- quarto filho de José Lino Spagnol e Joana D'Arc Brasileiro Spagnol.

 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
44
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.