https://www.poetris.com/
Textos : 

O Círculo das Estátuas de Pedra(Sketch XXIV)

 
Open in new window



O Círculo das Estátuas de Pedra






A cena se passa em um universo alternativo, século XXIII.



Cena Única



Ao centro do palco vemos um círculo de 14 pedras e uma decoração de uma época anterior. Um homem chamado Marsenius está perto das estátuas. Ele as venera como se fossem deuses.


Marsenius- Agora eu irei venerar essas antigas deusas que trouxeram a vida, o amor, a alegria, a felicidade e a fertilidade. Elas são o nosso baluarte, a nossa força, o nosso grande elo entre o mundo e o divino. Elas não podem ser menos do que divinas. Elas vão nos proteger para sempre, nos dar saúde e juventude eterna.( Ele venera respeitosamente as pedras.)- Nunca irei me afastar destas que nos são tão preciosas.( Ele vai até um lugar onde há mel, trigo, cevada e alguns grãos. Ele pega tudo em vasilhas e começa a ofertar as estátuas)- Peço que eu seja sempre sábio, forte e equilibrado, que a minha vida seja sempre uma benção, e que meus sonhos sejam sempre alcançados.( Ele oferta tudo as estátuas respeitosamente. Depois ele começa a dançar uma dança cerimonial, mágica, uma dança de aproximação dele com a divindade. Depois vemos ele beber alguns líquidos e também compartilhar com o deu.)- Agora eu irei dormir em homenagem aos deuses e deusas que aqui estão, e quando acordar, quero me lembrar de todos os meus fortuitos e desafortunados sonhos( Ele deita e dorme. Depois disso vemos dois homens entrar em cena. Um veste um macacão vermelho e outro um macacao lilás).



Homem I- Pensei que ele não ia dormir nunca para virmos aqui ver esses círculos de pedras.


Homem II- Ele sempre dorme depois das seis da tarde e acorda mais ou menos umas quatro da manhã.


Homem I- Com certeza não iremos ficar aqui até as quatro. Até porque já terminamos a pesquisa que estávamos fazendo sobre o povo deste planeta.


Homem II- Sim, mas para refinarmos mais a pesquisa ficaremos aqui mais três dias. Só para checar o que é mais importante.



Homem I- Esse é o melhor planeta que já visitei. Tudo aqui é singular.



Os dois começam a fazer anotações. Marsenius continua dormindo. Os dois homens param de anotar, olham para ele, e depois saem pela direita. Ouve-se um barulho de vozes indistintas. O pano cai.



FIM







 
Autor
Lud
Autor
 
Texto
Data
Leituras
34
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.