https://www.poetris.com/
Sonetos : 

PARELHA CARICIOSA

 
Tags:  amor    cerrado    Luciano Spagnol    cariciosa    parelha  
 
O teu sussurrar têm melodia divina
Pianíssimo, ao sentimento vibrando
Acordes de sensação, gozo, quando
O teu olhar no meu, sede impregna

Então não palie o cheiro que ilumina
Teu beijo, de um olor lhano e brando
Que inebria o desejo que vai amando
Cada meiguice poética de canora sina

Eis, pois, o que tu fazes aos sentidos
Meus, assim, ouço-te tudo, contudo
Peregrinas são palavras aos ouvidos

Em pleno arrebatar, tu dás-me rosa
Na magia do amor, és um conteúdo
De agrado, minha parelha cariciosa...

© Luciano Spagnol – poeta do cerrado
Abril, 29/2021, 15’48” – Araguari, MG

Vídeo poético no Canal do YouTube:
https://youtu.be/_gu5PSUtb18


Sou alma do cerrado, pé no chão, do triângulo, do chapadão. Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas ricas, arraiais, filho de Araguari, das Gerais...

- quarto filho de José Lino Spagnol e Joana D'Arc Brasileiro Spagnol.

 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
35
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.