https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

"Devoção e desapego,"

 
Tags:  And me(there)  
 

"Porque jamais esquecerei, e ela me comove,
(...),
quando no mundo, uma vez por outra,
me ensináveis como o homem se torna eterno."

(Inferno)
Dante Alighieri
















Próximo da inclusão
Insumo rarefeito e um palco, só.
Das disformes causas insensatas,
A casa do seu nome, restou.

"Abre-te, porta nefasta! Qual incomum areia sob asfalto e além do mar.."

Da propulsão ilusória, assim
Pelos anseios de um exagero e fim.
Aos ensaios soltos
Alheio corpo que não vi, e eu.
Espero..

"Demorada hora por semblante da qual nunca exerci esse firmamento: Cura-te!"

Um castelo que não reconheço.
Um rastelo que passei a crer, e neste arado,
Sobre passos de um único quadro,


"E eu só te pertenci."

Ei-la,sob o forte!
Em palcos de todas as sortes que eu a pretendi..
Ei-la, através dessa queda consorte, que.
Um dia,
Eu me debrucei..



Eis me lá, enfim(até aqui), e.





 
Autor
Azke-
Autor
 
Texto
Data
Leituras
152
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
sendoluzmaior
Publicado: 07/06/2021 18:53  Atualizado: 07/06/2021 18:53
Da casa!
Usuário desde: 01/05/2012
Localidade: Belo Horizonte
Mensagens: 418
 Re: "Devoção e desapego,"
Muito bom o teu poema amigo, ainda aprendo. Nossa... explica a cara de mau da foto kkkk