https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

Igualdade

 



Estou cercada de morros
Ainda sou criança
Agachada com os pés no chão de barro
Então levanto e cresço
Subo para o alto do morro e descubro a vida
As águas me cerca e agora sou ilha
Eu choro e como choro agarrada ao chão
Meu Deus meu Deus do céu
Tenho que atravessar mas até hoje não consegui sapatos
Eu continuo chorando como pode haver tanta maldade
A vida fez eu caminhar e o pai do meu amigo tinha um barco
A vida vez eu continuar e o pai de um outro amigo era engenheiro construiu uma ponte
E eu meu Deus só tenho você
Minha mãe de um único livro carregava nas mãos
Meu Deus minha mãe também não havia saído de lá e não havia um caminho para mim
Porque meu Deus, irmãos meus de lá me olhava com desprezo
Se exaltavam tanto que pareciam ser o sol
Diziam que estava ali pela cor da minha pele e tinha doença
Meu Deus do céu eles vivem explicando algo e não aceitam que podemos ser iguais.


Fé, falar de Deus é a resposta de uma procura.

 
Autor
Erotides
Autor
 
Texto
Data
Leituras
184
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 02/08/2021 20:23  Atualizado: 02/08/2021 20:23
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1004
 Re: Igualdade
Creio que a igualdade é um sonho distante. Penso que isso deixará de ser incômodo quando a opinião dos demais não nos fizer tão mal. Confie em si mesma, esse é o caminho. Saudações.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2021 21:27  Atualizado: 02/08/2021 21:27
 Re: Igualdade
nunca haverá igualdade no mundo porque não nascemos todos na mesma circunstancia. no entanto cabe-nos trabalhar para uma aproximação. criar oportunidades para que todos sejamos diferentes iguais. olhar menos o ego e mais os horizontes será talvez uma demonstração do que se pode fazer para mudar o que nunca será mudado na totalidade, mas se todos tivermos ao menos a compreensão do porque somos diferentes teremos um mundo mais justo e benévolo para todos. claro que eu sou um bocado idealista e como tal gostava que todos nascêssemos e fossemos educados em circunstancias idênticas deixando depois as escolhas na mão de cada um e cada qual, mas... fora o mas e o imposto, lutar e vencer as adversidades é o caminho.
hoje não lhe dou um beijinho
uma boa noite eurotides