https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ainda eu

 
Ainda brilho nas estrelas mortas
Na memória do firmamento
Ainda respiro,
Cinza e fumo, poeira
Partículas à deriva
Na arte que me ensinou, o pensamento
E viro páginas em branco, vazias
E escrevo a ouro e prata
E todos os metais do mundo
Diário do meu lamento
Marca, tatuagem, futuros
Na sombra, paredes, muros
Gritos, do meu eu mais profundo.
Ainda brilho nas estrelas mortas
Na explosão dos meus festins
Ainda ardo no fogo das horas
Ainda sonhos de carmim
E beijos, suspiros,
Salvas, foguetes
Clarões de luz, constelações
Mitologia, lira, canções.
Ainda a poesia
Ainda a fantasia
Entre um tempo morto e outro que nasceu
Ainda eu....


Marina Neuza Barbosa

 
Autor
Marineuza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
190
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 14/08/2021 13:59  Atualizado: 14/08/2021 13:59
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2155
 Re: Ainda eu
Palavras sentidas, verdadeiras. Gostei de seu poema!
Abraço fraterno e verdadeiro.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 19/08/2021 20:35  Atualizado: 19/08/2021 20:35
Da casa!
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 417
 Re: Ainda eu
É bom nunca deixar de ser quem se é...
O equilíbrio é muito bom. "Entre um tempo morto e outro que nasceu
Ainda eu..."

Obrigada!

Um abraço amigo

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 19/08/2021 21:08  Atualizado: 19/08/2021 21:08
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1070
 Re: Ainda eu
"Ainda brilho nas estrelas mortas
Na explosão dos meus festins
Ainda ardo no fogo das horas
Ainda sonhos de carmim..."

Um poema denso, intenso com pinceladas de sombrio que não cede de sua personalidade e de ver esperança e sonhar. Ouvimos teus lamentos e nos quedamos gratos por sermos salvos da mesmice dos dias. Por certo que brilhas... Saudações.