https://www.poetris.com/
Textos : 

O mistério da vida

 
Há seres que permanecem nos nossos sonhos. Assim que baixamos a guarda. Insistem em se fazer presentes. Como alguém que teme o esquecimento. Como alguém que não chegou a ser próximo. Como alguém que quer passar a mensagem.
Os sonhos morrem em nós se não houver alento, lucidez, objectivo, para sonhar. E os seres que insistem em permanecer, morrem com a morte dos sonhos. Inevitavelmente.
Porém, quando a noite chega e o sono também, não raro é que os seres que mantemos no nosso coração surjam nos sonhos que sonhamos, mesmo os do passado, ou de outra dimensão; e dizem-nos que estarão presentes enquanto nós estivermos também.
Estranha vivência esta a de atirarmos para o baú das memórias uma parte da nossa história para seguirmos caminho, aliviando saudades; mas quando perdemos as rédeas deixando de controlar os nossos propósitos, tudo volta. Os seres do passado em procissão vão chegando e escolhendo o momento de connosco sonharem. Nós, marionetes de um momento que parece bem real. Não fosse o despertar.
Há seres que permanecem nos nossos sonhos. Para nos ensinarem a não esquecermos o mistério da vida.


Marina Neuza Barbosa

 
Autor
Marineuza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
177
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 09/10/2021 12:10  Atualizado: 09/10/2021 12:10
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 510
 Re: O mistério da vida
"Nós, marionetes de um momento que parece bem real."

Um texto para reflectir, obrigada!

Um abraço amigo