https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Três Hinos a Nakith(5)

 
I

Open in new window



Cantem elegias à deusa do submundo
Nakith, deusa que fica diante de Anúbis
No julgamento das almas, deusa que
Recebe os mortos como se eles estivessem
Voltando a um lar esquecido e amado.



A Terra dos Mortos se compraz diante
De sua presença, os deuses pagam a ti
Formosa deusa homenagens pelo vosso
Serviço aos mortos na Terra de Osíris.



Conduza os mortos, oh deusa Nakith,
Ao julgamento que todos terão que
Travar para que sejam aceitos no
submundo.




​II


Ra, Osíris e Neith estão diante de ti, Nakith,
Velando pela sua proteção e bem-estar.
Pela manhã e pela noite teus caminhos
Serão guardados e não precisarás temer
Pelo teu bem estar no submundo.



Todos os mortos te obedecem em teus
Comandos, eles são teus eternos servos
Oh deusa venerável e ctônica!



Nas madrugadas frias e solitárias, teu
Canto se faz ouvir em todas as terras
Dos mortos, e tua dança comove aqueles
Que amam a tua beleza e charme.




III



Com teu julgo firme todas as almas do
Submundo são guiadas, deusa presente
Nos ritos funerários, no embalsamento
Do faraó e daqueles que o servem, tu
Tens diante de ti todos os homens
Em seu momento derradeiro.



Julga todos aqueles que cometeram
Atos bons ou maus, leva-os para as
Paradisíacas terras ou façam que
Eles voltem a habitar um novo corpo.



No julgamento de Nakith, nenhum
Mortal será deixado de lado, ela
Conduzirá toda alma que anseia
Fruir de todas as delícias do mundo
Posterior que está sempre diante
de nós.



 
Autor
Lud
Autor
 
Texto
Data
Leituras
221
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.