https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Profundamente ….

 
Tags:  Namastibet    Jorge Santos  
 
Profundamente ….
 






Reflicto sobre o que me magoa
Não o mau tempo, Não a chuva,
Desalento na alma magoa mais
Que crime porque despedaça,

Paixão por alecrim e o cheiro
A terra molhada magoam pois
Não os sinto e não posso tocar
Nas lembranças que tenho da terra,

Reflicto sobre o que me magoa,
Sonhar eternamente um só sonho
Não o mau tempo, não a chuva
Desejos são cansaços, mentem

Alecrim é uma flor e o esteio
Da minha alma lá fora é o chão,
Desejos são flora, se me perguntarem
O que sei dos cheiros não sei nada,

Terra molhada, ansiedade, calma,
Desapego d’alma, são sintomas
Dos mais que perfeitos Lírios,
Imperceptíveis à visão, são

Um sentimento, desejos, cansaços,
Reflicto sobre o que me magoa
Agora… nada, a realidade às vezes
Dói realmente, choverá lá fora,

Haverá pó sem estrada, caminho
Sem percurso ou mapa,
Profundo sem fosso, perfume sem
Doçura ou decote sem pescoço,

Reflicto sobre o que me magoa,
Não o mau tempo, não a chuva,
Não o estio que procuro,
Mas a minha incapacidade nata

Pra me reconhecer profundamente
louco …





































Jorge Santos (10/2017)






































https://namastibet.wordpress.com/
http://namastibetpoems.blogspot.com































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































Jorge Santos/Joel Matos

 
Autor
(Namastibet)
 
Texto
Data
Leituras
278
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
(Namastibet)
Publicado: 03/11/2021 16:08  Atualizado: 03/11/2021 16:08
Subscritor
Usuário desde: 18/08/2021
Localidade: Azeitão, Setúbal, Portugal
Mensagens: 1549
 Re: Profundamente …














Reflicto sobre o que me magoa
Não o mau tempo, Não a chuva,
Desalento na alma magoa mais
Que crime porque despedaça,

Paixão por alecrim e o cheiro
A terra molhada magoam pois
Não os sinto e não posso tocar
Nas lembranças que tenho da terra,

Reflicto sobre o que me magoa,
Sonhar eternamente um só sonho
Não o mau tempo, não a chuva
Desejos são cansaços, mentem

Alecrim é uma flor e o esteio
Da minha alma lá fora é o chão,
Desejos são flora, se me perguntarem
O que sei dos cheiros não sei nada,

Terra molhada, ansiedade, calma,
Desapego d’alma, são sintomas
Dos mais que perfeitos Lírios,
Imperceptíveis à visão, são

Um sentimento, desejos, cansaços,
Reflicto sobre o que me magoa
Agora… nada, a realidade às vezes
Dói realmente, choverá lá fora,

Haverá pó sem estrada, caminho
Sem percurso ou mapa,
Profundo sem fosso, perfume sem
Doçura ou decote sem pescoço,

Reflicto sobre o que me magoa,
Não o mau tempo, não a chuva,
Não o estio que procuro,
Mas a minha incapacidade nata

Pra me reconhecer profundamente
louco …





































Jorge Santos (10/2017)






































https://namastibet.wordpress.com/
http://namastibetpoems.blogspot.com