https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ofício de Viver*

 
&


*Aprecio a Palavra, o poder e a suavidade de um verso, o pontuar do sentimento numa poesia. Talvez ser um verso seja minha ambição para a eternidade, pois para mim é sublime o ato de escrever. Só sei que as palavras me são reféns e eu não sou ninguém...

Ofício de Viver*

pernoita tua dor em mim
já não o sei se é tua ou minha
a comoção rasgada que brota
na linha ferida da poesia

pernoita o nosso sonho em mim
já não sei se finjo que morro
ou se a verdade é que me arde
na ranhura dos meus pontos

pernoita a nossa solidão em mim
já nao sei se finjo que vivo
ou se o raio que me feriu
era cura ou abismo.

SimoneKarinna*
 
Autor
Simonekarinna*
 
Texto
Data
Leituras
43
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.