https://www.poetris.com/
Poemas : 

Nave do Silêncio*

 
&


*Aprecio a Palavra, o poder e a suavidade de um verso, o pontuar do sentimento numa poesia. Talvez ser um verso seja minha ambição para a eternidade, pois para mim é sublime o ato de escrever. Só sei que as palavras me são reféns e eu não sou ninguém...

Nave do Silencio *

Permite que o verso
Seja a carícia táctil
Da alma que em sopros
Fustiga sons e sabores
De noite alva

Teu dorso de amores
Teus lábios suculentos
A pele uma nave

- uma palavra rasgada na delicia do acolhimento-

Sagrados desejos
Cintilam na Iris
Recitam poema
Intimo
Um enclave de luz
Longínquo

Tao perto como um teu beijo.

S.karinna*
 
Autor
Simonekarinna*
 
Texto
Data
Leituras
57
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.