https://www.poetris.com/
Poemas : 

Comiseração*

 
&


*Aprecio a Palavra, o poder e a suavidade de um verso, o pontuar do sentimento numa poesia. Talvez ser um verso seja minha ambição para a eternidade, pois para mim é sublime o ato de escrever. Só sei que as palavras me são reféns e eu não sou ninguém...

Comiseração*

Janelas, varandas obscenas da claridade
Abrem-se, e a luz negra beija corpo neblina
Não há porém, verso ou palavra, que varre
O sal da face- lágrima sozinha.

-quem soprou o Sol para além dos dias?-

Morre a noite num minuto
Noutro nasce de novo
Não há Sol, vigora crepúsculo
As palavras escurecem
Ardidas em musgos.

-por que vive a madrugada fria?-

Chora o dia no leito
Punhais de mágoas
Cortantes adagas
O breu reina absoluto
No velino d’alma.

-um poema na margem do choro dita-

A corrente arrasta uma palavra
Salvadora, de luz, quiçá de dia
Uma só que talvez faria abrir a vida

-frágil quimera, crispada e ferida-

S.Karinna*
 
Autor
Simonekarinna*
 
Texto
Data
Leituras
166
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 29/11/2021 19:53  Atualizado: 29/11/2021 19:53
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1342
 Re: Comiseração*
Ah, é tão dura a luta contra a escuridão, mas ela é insistente e persevera por mais que façamos para a afastar. E essa, por certo, não a escuridão da noite calendário, mas a noite interior que nos invade, cega e quer calar.
Mas eu sei que não permitirás calar e com teus versos, uma arma contra a névoa da ambiguidade, traçarás novos caminhos para encontrar a porta da vida que se abre para os campos floridos e cheios de perfume.
Sei porque leio aqui um poema que fala do escuro, mas é de brilho e perfumes para dias melhores. Sei porque acredito na palavra, única e salvadora, que devolverá o brilho ao olhar e inaugurará mil sorrisos sem fim.
Saudações por devolveres esperança.


Enviado por Tópico
ZESILVEIRADOBRASIL
Publicado: 29/11/2021 22:57  Atualizado: 30/11/2021 17:08
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 848
 Re: Comiseração*
"Chora o dia no leito
Punhais de mágoas
Cortantes adagas
O breu reina absoluto
No velino d’alma."

Enquanto em cada alvorada que se abrir os olhos e sentir-se abraçado pela esperança, há de se querer que sejamos salvos, arrastados pela palavra, sãs e salvos no bojo duma poesia. Deixando a vida abrir-se por mais alguns momentos.
Grato pela partilha.
(minha reflexão)
Meu abraço caRIOca!