https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

O Hino da Morte

 
Open in new window



O Hino da Morte





Entoem Jubilosos cânticos quando a morte
Passar por este plano, cantem em uníssonas
Vozes todos aqueles que amam a morte.




Negras músicas serão oferecidas a ti, Morte,
Nenhuma alegria passará por nenhuma
Nota, a todos o choro copioso é regra
Absoluta e divinal em tuas honras.




Os réquiens criados para ti serão missas
Negras que nunca serão profanadas pela
Bondade, pela caridade, ou pelo amor.




A ti ofertaremos todas as artes e macularemos
Todos os humanos com teus humores negros,
Somente assim seremos teus mais fiéis guias.




Nos hinos mortais seremos elevados ao
Empíreo Negro, e nas vozes chorosas
Teremos nosso mais profundo respeito
a Ti.










 
Autor
Lud
Autor
 
Texto
Data
Leituras
227
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.