https://www.poetris.com/
 
Textos : 

UMA SEMENTE PARA A HUMANIDADE

 
 
CAPITULO III



A caminho da pensão, com sol a pino , iam os quatro se escondendo nas sombras das árvores pelas calçadas da cidade.
Rita e Alfredo a frente de mãos dadas, Helena e Rico nos calcanhares dos dois pombinhos .
Rico , não tinha muito assunto para aquele momento, mesmo porque estava embriagado com a presença de Helena ali do seu lado.
Puxa vida..... pensava Rico....ela é maravilhosa....nem vou tentar nada...não existe a menor chance.
E eu não posso misturar o foco , tenho que tentar resolver o enigma das uvas no sítio dos pais dela....mas ....puxa vida ...parece que estou enfeitiçado.....em momento algum desta minha vida sem rumo , isto aconteceu , o que está acontecendo comigo ? Não consigo tirar os olhos dela , é algo praticamente impossível de controlar , é melhor me conter, pois vou acabar me precipitando e estragando tudo.
Foco Rico , lembre _ se das uvas , ela está aqui por isto , não misture as coisas , ....repetia pra mim o tempo todo.
Mas era impossível ignorar a presença de Helena , não dava.
__Boa tarde ! Há! Saltei quase que com um pulo dos meus devaneios.
Preciso parar com este negócio de sonhar acordado , pensei meio que contrariado comigo mesmo.
__Oi crianças! Falou D.Mena ao lado de D. Francisca , as duas com belas sombrinhas coloridas a se proteger do sol forte , voltavam da missa em passos lentos.
__ Vão para a pensão? Perguntou D. Francisca , já sabendo a resposta.
__ Sim , respondeu Alfredo , adiantando -se ao que ia responder Rico. Vamos pegar o carro , continuou Alfredo, deixei lá na frente da pensão, vamos aproveitar o dia quente e passar o resto do dia na piscina.
__ Como é bom ser jovem , né Francisca ? Olhando a amiga com um certo ar de malícia. __Há...é...é muito bom, respondeu Francisca , dando uma piscadela para Filomena sem que os quatro pombinhos percebessem.
__ Vamos conosco , ofereceu Alfredo , que não notou a desaprovação dos outros três jovens pelo infeliz convite.
Rico notou quando Helena fechou de leve o semblante , e de pronto ficou esperançoso.
__ De maneira nenhuna , respondeu D.mena , ficaremos na varanda da pensão saboreando um refrescante suco de abacaxi , colocando a conversa em dia e observando o movimento.
__ Divirtam- se , e juizo hém crianças , completou D.Francisca , com um sorrisso maroto em direção a D.Filomena.
Após pegar o calção de banho , Rico e sua troupe se despediram das senhoras e partiram rumo a casa de Alfredo.
Já na varanda do jardim , as meninas munidas das mochilas foram se trocar para aproveitar a piscina naquele belo dia de sol , Rico e Alfrefo fizeram o mesmo.
Obviamente que os dois rapazes , retornaram primeiro , munidos com um pequeno balde recheado de gelo e algumas cervejas.
Quando as meninas apontaram na porta da varanda , os dois já se refrescavam cada um com uma cerveja , e Rico por pouco não se engasga ao ver Helena , quase não conseguiu disfarçar a satisfação que sentiu ao vê -la naquele biquíni.
As duas sorridentes vieram em direção aos dois embasbacados , Rico quase tendo um enfarto e Alfredo um pouco mais contido.
As moças receberam as cervejas ofertadas pelos dois , Rita se sentou ao lado de Alfredo e Helena ao lado de um quase enfartado Rico.
Depois de tomar a cerveja , Rita convidou Helena para um mergulho, as duas se dirigiram a piscina , e é óbvio , sob o olhar dos dois jovens , para quebrar o momento tenso, Rico se ofereceu para cuidar da churrasqueira .... depois de acendê - la Rico colocou os filés na grelha e aceitou mais uma cerveja oferecida por Alfredo.
Para provocar Rico , Alfredo perguntou .
__ E aí Rico , vai rolar ?Não pude deixar de notar , a troca de olhares entre vocês ,....completou Alfredo.
__ Alfredo , começou Rico , vou dizer uma coisa , se dependesse só de mim , já estaria rolando desde de lá da praça. Mas , seja sincero , você acha que a Helena vai querer alguma coisa comigo ?
__ Bom....eu não sei ...respondeu Alfredo , mas não custa tentar né ?
Nisto Rita saiu da piscina e abraçou Alfredo pelas costas , este deu um sobresalto , devido ao choque frio do corpo molhado de Rita.
Ela riu gostosamente da reação do rapaz e os dois se retiraram em direção a uma das cadeiras de piscina postadas ao longo da mesma.
Depois de algum tempo ali , Rita pegou uma toalha enrrolou no corpo e os dois jovens se dirigiram a varanda , onde permaneceram trocando carícias.
Rico se sentiu um pouco constrangido com aquilo, pois concluiu que estava invadindo a privacidade dos dois , atrapalhando o casal.
Nisto chegou Helena , enrrolada em uma toalha , pegou a cerveja da mão de Rico e sorveu um bom gole , devolveu a garrafa longnec , e ao fazer isto tocou a mão de um embasbacado rapaz , e em um misto de coragem e medo , Rico pegou a mão de Helena , puxou carinhosamento o corpo dela em direção ao seu , o rosto dela perigosamente muito próximos ao seu , e o que veio em seguida foi o toque dos labios dos dois em um beijo quente e apaixonado.
Na varanda , Rita e Alfredo , estavam tão absortos um com o outro que nem notaram aquele momento inesperado , mas muito desejado por Rico.
Durante o resto da tarde , com o churrasco , ficando em segundo plano , os dois casais pouco conversaram entre si , Alfredo e Rita passaram a maior parte do tempo na varanda , enquanto Rico e Helena procuravam se conhecer melhor , aproveitando aquele novo momento em uma pequena sala de estar próxima da churrasqueira.
Em alguns momentos , Alfredo passava por ali , indo até onde estava o balde com as cervejas , retornando com duas garrafas.
Em uma destas investidas ao balde de cervejas , pensou em oferecer ao novo casal , mas logo desistiu , pois os dois estavam ocupados demais para querer cervejas naquele momento.

As 17:30 Alfredo comunicou que as 18horas seria um bom horário para encerrar o domingo deveras maravilhoso ....principalmente para Rico e Helena ....pois teriam uma segunda feira cheia ....no que todos concordaram.
Além da segunda cheia , terei uma noite inquieta de lembranças maravilhosas deste dia ....pensou Rico.
Alfredo e Rico deixaram as moças em suas casas e no caminho de volta para a pensão, onde deixaria o ainda embasbacado Rico , entraram no assunto das uvas.
__ Puxa vida ! disse Rico em tom um pouco alto.
__ Que foi homem ? Peguntou , um Alfredo meio assustado.
__ Esqueci de marcar a visita ao sítio dos pais da Helena.
Nisto , Alfredo soltou uma estrondosa gargalhada e disse em seguida.
__ Faltou tempo , né ? amigo , e continuou a rir.
Alguns segundos depois, com os animos acalmados , Alfredo disse , __ Não se preocupe , a Rita irá ajeitar isto , e continuou , Vai usar sua moto ? Ou quer o carro emprestado?
__Há ! moto ? Há claro, vou de moto , balbuciou Rico.
__ Rico ! calma rapaz volta para o mundo real, pelo menos com relação a Helena , não precisa mais sonhar , disse Alfredo soltando uma gostosa gargalhada.
__ Tá bom engraçadinho , respondeu Rico fingindo brabeza.
Alfredo deixou Rico na pensão e seguiu para casa , desejando uma boa noite de descanso ao amigo.
Já no quarto , de banho tomado e a vontade só de bermuda , pois o calor ainda prevalecia, Rico, por puro hábito pos se a rememorar o dia , aliás, que dia maravilhoso , confirmou para si mesmo em pensamento.
Absorto em pensamentos mil , adormeceu profundamente.


**** CONTINUA ****

 
Autor
gibajedi@gmail.com
 
Texto
Data
Leituras
243
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
7
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 25/03/2022 21:00  Atualizado: 25/03/2022 21:00
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 2031
 Re: UMA SEMENTE PARA A HUMANIDADE
.


Estou esperando o próximo capítulo.

No segundo eu fiquei ansiosa por desejar solução, já no capitulo terceiro eu gostei do romance.

Se Rico vai conhecer o sogro e a sogra, vai haver pedido de casamento.

Boa Noite!





Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 26/03/2022 11:45  Atualizado: 26/03/2022 11:46
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 2031
 Re: UMA SEMENTE PARA A HUMANIDADE
.

Oi!

Ansiosa para Rico explicar o mistério das uvas.

E policial!
Romance!
Sobrenatural!

Bom dia