https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ciclos

 
As idades dissiparam-se em silêncios
dentro das molduras que sorriem
na prateleira
da lareira.
Limpo na cinza acumulada
a descrença no recomeço dos ciclos
e sopro o tempo
em espirais de vultos imortais.

 
Autor
idália
Autor
 
Texto
Data
Leituras
194
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.