https://www.poetris.com/
Poemas : 

Acendo a noite

 
Vou por aí tateando imagens
fragmentos de nomes que descem a rua
poeiras de um tempo que flutua
numa trajetória paralela ao encantamento.

Voam os pássaros
numa teia de inexoráveis solidões
tombam sobre a terra folhas mortas
ligam os ciclos da vida e do vento
na crueza de um amanhã desfeito.

Guardo nas mãos um pedaço do mundo
sento-me a teu lado e acendo vagalumes na noite
para apagar as sombras do medo

e do sopro dos anos recolher o doce silêncio das palavras antigas
à espera de uma dobra do tempo que nos rasgue esta dor
meu chão minha seiva meu amor.


 
Autor
idália
Autor
 
Texto
Data
Leituras
125
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
4
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 23/06/2022 06:24  Atualizado: 23/06/2022 06:24
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 510
 Re: Acendo a noite
"Guardo nas mãos um pedaço do mundo
sento-me a teu lado e acendo vagalumes na noite
para apagar as sombras do medo"
É sempre bom encontrar poemas assim, tão belos.
Abraço


Enviado por Tópico
Abissal
Publicado: 24/06/2022 08:59  Atualizado: 24/06/2022 08:59
Da casa!
Usuário desde: 27/10/2021
Localidade:
Mensagens: 243
 Re: Acendo a noite
Adicionei aos meus favoritos. Gostei mesmo muito de ler todos os teus poemas.
Um abraço