https://www.poetris.com/
Textos -> Tristeza : 

Presságio

 
Presságio
 
Está tão lindo dentro do quarto, a luz do sol na janela faz uma pintura colorida na parede, há um coral afinado cantando ao fundo é de uma antiga igreja de madeira que fica perto aqui de casa.
A temperatura está amena, há um leve vento frio mas o meu cão dormindo ao meu lado me aquece, tenho um livro na cabeceira.
Nunca tive tanta paz num dia inteiro neste mundo, eu nunca estive tão só e tão indiferente.
Fiz bolo pela manhã, uma massa no almoço e agora estou contemplando este momento raro da ausência da perturbação.
Morrer deveria ser estar pra sempre neste estado plenitude, não há pressa e angústia nem algo que eu precise dizer, pensar e explicar para me fazer entender.
Está tão calmo quanto num filme de terror aquele momento de paz que antecede uma carnificina completa, ou aquele momento de reflexão sobre a vida antes da bomba nuclear explodir metade do mundo e alagar a outra metade.
Se eu demorar a escrever novamente talvez esse relato ântumo possa ser um presságio do fim antes mesmo que esse dia lindo acabe, ou só o retorno a falta de paz do dia a dia deste espírito perturbado.




 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
116
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 17/06/2022 10:02  Atualizado: 17/06/2022 10:02
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29822
 Re: Presságio
Traçam as palavras onde regam os sentidos que conduzem a os sinais que sentimentalizam em algo a se iluminar em nossas almas que se manifesta ao tempo. Martisns