https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Os ramos que me crescem longe

 
É tempo de romper o barulho ensurdecedor das pedras
e ser fio de água clara
a correr no silêncio
que se desprende das nuvens;

saber ser a cor do mar
a rimar com o perfume
da madrugada;

semear no vento a voz das marés
a acordar cá dentro
a loucura dos pássaros adormecidos
a calar os uivos feridos do deserto;

escrever horizontes no interior da noite
o poema
a inventar paisagens
em dias de palavras
impossíveis;

para que o pôr do sol
seja uma manhã inteira
e os ramos que me nasceram
de entranhas de linho
e de fogo
e me crescem longe
floresçam
terra e semente
nos girassóis que plantei
no chão que me habita a casa.

 
Autor
idália
Autor
 
Texto
Data
Leituras
216
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
4
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 31/07/2022 11:27  Atualizado: 31/07/2022 11:27
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29909
 Re: Os ramos que me crescem longe
Um belo trabalho que rompe as barreira da poesia, verdadeira maravilha poética


Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 08/08/2022 22:50  Atualizado: 08/08/2022 22:50
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1556
 Re: Os ramos que me crescem longe
Uma verdadeira delícia de leitura. As imagens delicadas e prazerosas saltam de imediato à mente que gostaria de integrá-las numa verdade palpável e presente. Ah, manhãs inteiras de pôr do sol... haveria algo mais querido? Eu poderia divagar laudas e laudas sobre essa beleza. Por isso te agradeço: imagens como essas não surgem todos os dias. Saudações.