https://www.poetris.com/
Poemas : 

O livro da estupidez em x-actos - Acto 82

 
Quero ver-te a voar para longe e bem alto
Como se tivesses asas que rimam comigo
E aquele sorriso que de mim fizesse vento
Quero sentir-te a esvoaçar em sobressalto
Debaixo de um beijo com sabor tão antigo
Qual pedaço de tempo ou breve momento

Que sejas gente que de mim faz mais gente
O caminho tortuoso que me ensinou a viver
A crescer e a ser, a ter e a morrer na solidão
Que sejas de mim tudo quanto foi diferente
O dia ou a noite e tudo que me queiras dizer
As sombras onde te escondias ou talvez não


A Poesia é o Bálsamo Harmonioso da Alma

 
Autor
Alemtagus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
134
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 10/11/2023 12:10  Atualizado: 10/11/2023 12:20
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3531
 Re: O livro da estupidez em x-actos - Acto 82/Alemtagus
olá alemtagus

não sei se estou mais enciumada da musa inspiradora ou do autor, eu podia ser as duas (rsrsrs), mas falta.me o engelho e a arte e o ser inspiradora.

atenciosamente
HC