https://www.poetris.com/
Poemas : 

O livro da estupidez em x-actos - Acto 88

 
O lento rubro rio esvaía-se veloz fora das veias
No último suspiro que não conheceu a infância
Nem tampouco sentira o aroma de um abraço
Palavras ecoavam como fossem bombas ateias
Espalhavam-se ali em mortes de circunstância
Nas homilias político-financeiras de um palhaço

Gaza já não é Gaza. Gaza... já não é... Gaza!
É lágrima do conceito repugnante de desprezo
Do virar de costas que confunde os ignorantes
É a cegueira que recusa ver um povo que jaza
As mãos atadas desses heróis de espírito preso
Cemitério nu tapado de milhões... de diamantes

Aquela criança de perna amputada, sem braços
Aquela sedenta vingança que lhe cresce na alma
Aquela arma de canos apontados à futura morte
Aquela mãe que trazia um miúdo em estilhaços
Aquela inocência a quem ministros pedem calma
Aquela ferida não sara e não há quem se importe


A Poesia é o Bálsamo Harmonioso da Alma

 
Autor
Alemtagus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
177
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
6
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 05/12/2023 13:06  Atualizado: 05/12/2023 13:06
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3527
 Re: O livro da estupidez em x-actos - Acto 88/, Alemtagus
Olá Alemtagus

Poesia de choque, intervenção, a nu e cru é preciso. A consciência da ignorância, a única realidade de todos os males da humanidade na sua odisseia imparável de autodestruição.
Outras "Gaza" há; Síria, Iémen, Ucrânia, são só meros exemplos "...e não há quem se importe'

atenciosamente
HC


Enviado por Tópico
Egéria
Publicado: 08/12/2023 08:37  Atualizado: 08/12/2023 08:37
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: O livro da estupidez em x-actos - Acto 88
Olá,
manifestação da cruel guerra ... Adorei o poema.
Abraço


Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 08/12/2023 14:18  Atualizado: 08/12/2023 14:18
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1727
 Re: O livro da estupidez em x-actos - Acto 88
.
.
.
.
...a razão de quando titulas de: "O livro da estupidez em actos", gritos se revelam em cada verso, a cada estrofe, desde o começo ao fim. Escancaras a estupidez da guerra, das guerras, ceifadoras de dignidades. Seu poema tem um canto de lamento.
Um abraço bem caRIOca pra ti, amiguirmão.