https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Intervenção : 

" alienado,"

 
Tags:  F0rH3R  
 
"Ah, minha Eurídice
Meu verso, meu silêncio, minha música.
Nunca fujas de mim.
Sem ti, sou nada.
Sou coisa sem razão, jogada, sou pedra rolada.(...)"


Vinicius de Moraes
(Monólogo de Orfeu)









Eu quero acreditar.. da cena que for
O caminho melhorado, cheio de calor
Pelas armas da parte salva que desce
À praticidade de uma idéia só, ou tese

E a partir daí, crer.. do início imediato
Em pontifício reformado em ordem e ato
Sim, eu te faço e eu te afasto de mim
Assim, de vezes subtraídas, vezes assim

E imagem que recriei, da fé que sei, minha
Exemplo do próximo tempo que te caminha
Prenda minha.. toda adorada de único sol

A presença da tua febre é.. tarde! Meu farol
Toda luz que se alumia, vezes à carne de si
Toda a minha fome que te corrompe daqui..





..e ainda, não é nada ao que te for,




a retirar

 
Autor
Azke
Autor
 
Texto
Data
Leituras
274
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RehggeCamargo
Publicado: 05/12/2023 03:40  Atualizado: 05/12/2023 04:01
Membro de honra
Usuário desde: 04/05/2023
Localidade:
Mensagens: 296
 Re: " alienado,"
Fala Azke!

acho que entregar algo, um sentimento sem esperar nada em troca é sublime. Mas toda ação tem uma reação.
alienar-se, talvez, seja o paliativo desse jogo. ter sem possuir é aquele desejo louco de idas e vindas à fonte
capaz de matar a sede de dia após dia captar o vazio de outrem.

abraço do Rehgge.


Enviado por Tópico
GabrielaMaria
Publicado: 05/12/2023 18:37  Atualizado: 05/12/2023 18:37
Membro de honra
Usuário desde: 04/09/2022
Localidade:
Mensagens: 909
 Re: " alienado,"
.


Fui buscar saber sobre a palavra alienado para poder aprender porque tudo que sei pode ser pouco.
Novamente gostei do seu poema, sensível mas usando palavras fortes e nesse poema o sol é seu.
Abraços.