Poemas -> Desilusão : 

Sexo de deitar fora

 
Tags:  poema    desilusão  
 

o que sei de ti,

está na forma como me

puseste contra eles,

não chegámos juntos a esta

transversal,

e com a sabedoria ensaguentada

nas órbitas de quem nos olha,

para tudo acabar,

com as mãos para baixo,

e uma desistência de autor,

insuficiente para que a roupa permanecesse

nos nossos corpos,

e este sexo de deitar fora,

pudesse ter valido a pena,...



o que sei de ti,

é pois menos do que o que

me recuso a transcrever,

na tua pele


Ruacuzuaco

 
Autor
ruacuzuaco
 
Texto
Data
Leituras
113
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
2
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 21/06/2024 23:47  Atualizado: 21/06/2024 23:47
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18440
 Re: Sexo de deitar fora
Forte. Me lembrou a música Vapor barato. Nos entrega vários pensamentos que viram e revirão. Bjs