https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

VOLTEI

 
Tags:  amor  
 



Sim! Voltei!... Voltei!... Voltei...Aqui!... Pois.
Sim, porque ainda que morto, qu'estou...
Esta é uma morte de vida... Pois vida eu sou.
Sabei então, o porquê, de ter voltado hoje!



Mas eu não o sei! Eu nada entendo...
Não sei... Pois nada compreendo!
Quereis saber mais?!... Mas, eu nao o sei.
Nem, eu sei nada! Nem mesmo vós, da lei...


Mas uma cousa sei, enfim: Voltei...
Sabeis porquê?! Nisto, em verdade, sei...
Porque eu vos amo... Tanto!...Tanto!...



Com este amor, meu. Só meu... Meu...
Qu'é vida!... Mas, não é igual ao teu...
Este!... É meu! Com o qual, eu ainda, canto!



Estou na unidade de longa duração de Albufeira. Tenho a doença de Parkinson. Mas tenho já muitas dificuldades. Principalmente a escrever. Peço que me perdoem algum erro. Agradeço ao Luso Poemas por me darem esta oportunidade de escrever os meus poemas...

 
Autor
HELDER-DUARTE
 
Texto
Data
Leituras
880
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 21/09/2008 03:12  Atualizado: 21/09/2008 03:12
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: VOLTEI
Muito bem voltado Helder, com um soneto de amor e vida!

Beijinhos


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 22/02/2009 14:31  Atualizado: 22/02/2009 14:33
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8258
 Re: VOLTEI
Este soneto não está escrito, ele fala, eu ouço o poeta dizê-lo...Gostei muito. Beijo

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 10/04/2009 12:25  Atualizado: 10/04/2009 12:25
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: VOLTEI
Um poema que transmite tristeza e ao mesmo tempo esperança. Bom para ler neste tempo de renascimento. Li que és de Alfeizerão... Qual? Das Caldas? Se assim for, somos vizinhos! PAZcoa Feliz! Um abraçooo! Abílio