https://www.poetris.com/

 
Offline
DomingosdaMota
Quase haiku para um carreirista
Aqui jaz um i- diota. Chegou ao topo. Começou na jota. Domingos da Mota
Enviado por DomingosdaMota
em 17/07/2019 17:17:02
Offline
DomingosdaMota
Sarabandas
Numa guerra como esta, de alecrim e manjerona, aparece quem detesta e quem dispara e detona sara...
Enviado por DomingosdaMota
em 07/04/2014 17:17:43
Offline
DomingosdaMota
Contra a infâmia
O poeta Morreu Subitamente. Os amigos lamentam a partida. Os inimigos procuram execrá-lo. Os id...
Enviado por DomingosdaMota
em 27/02/2013 16:03:19
Offline
DomingosdaMota
Pequeno tratado de comércio
Trocam o santo-e-senha cortesias e louvores - sobretudo o que mantenha o comércio de favores Do...
Enviado por DomingosdaMota
em 13/01/2011 22:55:39
Offline
DomingosdaMota
Anamnese
Mais que fazer se desfazem os anos que por mim passam Nem sei se levam se trazem o que depois ...
Enviado por DomingosdaMota
em 24/12/2010 19:37:09
Offline
DomingosdaMota
SOPA DE PEDRA
No poema cabe tudo, sobretudo o que não há: cabe o mundo com os modos funcionários de viver e cab...
Enviado por DomingosdaMota
em 17/09/2010 19:06:38