Offline
Laura Gil
Saudades
Vejo-te em tardes incertas Entre muros e colinas, Esperando o amanhã que vem. Vejo-te em sonhos q...
Enviado por Laura Gil
em 10/07/2009 19:21:46
Offline
Laura Gil
Confesso...
Neste momento Olho o espelho, Assusto-me... Grito... Fecho-me, escondo-me. Procuro-te na escuridã...
Enviado por Laura Gil
em 05/07/2009 23:15:59
Offline
Laura Gil
Tempo...
Neste espaço perdido, Perante a fúria acesa Das aguas, do vento, O Amor surgiu. Peguei na palete ...
Enviado por Laura Gil
em 15/02/2009 17:18:42
Offline
Laura Gil
Sol...
O sol não fugiu de nós Nas nossas mãos ele veio pousar, As margens de onde nos olhámos Veio unir ...
Enviado por Laura Gil
em 15/11/2008 17:51:28
Offline
Laura Gil
Poema para Ti
Canta com a tua voz! Não importa, onde estás Ou quem és! Canta, Porque a vida é sol que explode N...
Enviado por Laura Gil
em 11/10/2008 22:40:38
Offline
Laura Gil
Para lá da Contingência
Tu bem sabes Como da morte e da vida Se fala… Tu bem sabes O Gesto Onde os homens e a circunstâ...
Enviado por Laura Gil
em 24/08/2008 16:21:13
Offline
Laura Gil
Caminho
Em cada novo Crepúsculo O teu olhar é Encontro, É palavra redescoberta Do nascente Que mora em nó...
Enviado por Laura Gil
em 20/08/2008 21:22:03
Offline
Laura Gil
Depois da Espera
Foi-se o tempo De noites plácidas E luas à flor dos telhados. Foi-se o tempo Eterno e dócil Molda...
Enviado por Laura Gil
em 14/08/2008 12:20:28
Offline
Laura Gil
Estrada
Esta estrada Dura e longa Onde pousei o meu olhar Surgiu entre muros E horizontes de colinas So...
Enviado por Laura Gil
em 23/07/2008 18:10:34
Offline
Laura Gil
Manhã
Que importam as pedras do chão que piso, Os estilhaços deste mundo decadente, Se no teu olhar sem...
Enviado por Laura Gil
em 22/05/2008 19:34:39
Offline
Laura Gil
Luar Escondido
Sob os telhados negros da noite A cidade respira o ar coalhado de néon. A lua ficou lá em cima, M...
Enviado por Laura Gil
em 17/01/2008 11:23:54
Offline
Laura Gil
Apesar da Distância
Quando vou só Pisando as pedras frias do meu caminho Eu penso em ti… Quando vejo sorrisos claros...
Enviado por Laura Gil
em 09/01/2008 22:30:32
Offline
Laura Gil
Miragem
Os meus símbolos Tornaram-se dóceis à manhã, Ao vento que em si Trouxe os gestos quebrados Do que...
Enviado por Laura Gil
em 06/01/2008 20:55:24
Offline
Laura Gil
Natal
Por uma flor Se fez a vida. Em fogo desabrochou, Num vaso enorme Pousado Numa mesa da nossa casa....
Enviado por Laura Gil
em 20/12/2007 20:48:43
Offline
Laura Gil
Cinza
Há momentos Em que A estagnação Molda a distância do horizonte… Depois, Nem já o vazio magoa… Pe...
Enviado por Laura Gil
em 18/12/2007 23:08:34
Offline
Laura Gil
LIMIAR
Gostava Que as manhãs germinassem, Neste azul de estilhaços Onde se agudiza A ausência De horas d...
Enviado por Laura Gil
em 17/12/2007 23:14:43