https://www.poetris.com/

 
Offline
LuscaLuiz
O HOMEM-ABSURDO
Sísifo, gauche & alquímico, segue engessando o aqui & agora. Pura negação dos deuses. Mãos de poe...
Enviado por LuscaLuiz
em 19/02/2019 00:02:40
Offline
LuscaLuiz
SOMBRA
Aquilo já-dito marca a casca do instante. Funda sulcos. Leitos para raios de sol por toda carne e...
Enviado por LuscaLuiz
em 08/02/2019 02:08:55
Offline
LuscaLuiz
ESPELHO
Oferto o completo silêncio, júbilo contido pr'além da impotência da palavra. E amo-te, a...
Enviado por LuscaLuiz
em 18/01/2019 18:15:02
Offline
LuscaLuiz
SALOMÔNICO
p/ vô Sebastião Entre pausa & fumaça segue tecendo seus causos na p...
Enviado por LuscaLuiz
em 16/01/2019 23:26:46
Offline
LuscaLuiz
INAPTIDÃO
Quem sou eu, magérrimo, para ousar trocar carícias com Erato? Quem sou eu, pobre desesperança, ...
Enviado por LuscaLuiz
em 12/01/2019 05:25:53
Offline
LuscaLuiz
MISÉRIA
Amar é doar a própria falta & toda incompletude. Ama-me então como quem sabe: não há validade em ...
Enviado por LuscaLuiz
em 20/12/2018 00:24:07
Offline
LuscaLuiz
PREITO
p/ Pietro Miguel Ei-lo rochedo intacto: nenhuma rasura temporal ou impacto onírico. Ei-lo pedra ...
Enviado por LuscaLuiz
em 12/12/2018 18:33:07
Offline
LuscaLuiz
SUBLIMIDADE
Parado ante o quadro de possibilidades: nasço. Para além do físico, como Sócrates, parteiro de me...
Enviado por LuscaLuiz
em 27/10/2018 19:53:39
Offline
LuscaLuiz
GRACEJO
Ah, nesta altura, todavia, amanhã poderá ser tarde. Sonha, mais dia menos dia, o espelho fará seu...
Enviado por LuscaLuiz
em 24/08/2018 17:18:38
Offline
LuscaLuiz
SINAL
acaso minha mudez perambule ondas de rádio universo afora talvez o mais provável seja outra raça ...
Enviado por LuscaLuiz
em 08/03/2018 19:04:27