https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 6 »
Offline
Jorge-Santos
O Amor é uma nação em risco,
Em Viena "bailaré" contigo ... e os cisnes, Sinto no amor uma sensação de risco...
Enviado por Jorge-Santos
em 31/01/2020 11:03:51
Offline
Jorge-Santos
A Morte não é Bem-Vinda ...
A morte não é como a vida, Mas o sentimento fluído, vívido Em que nos sonhamos vivos e Esque...
Enviado por Jorge-Santos
em 27/01/2020 17:12:30
Offline
Jorge-Santos
Patchwork...
Neo-Expressionism in Iranian Contemporary Art Nunca senti tanta e tamanha antipatia Pelo pap...
Enviado por Jorge-Santos
em 04/01/2020 19:50:02
Offline
Jorge-Santos
Vivo do oficio das paixões
Vivo no ofício das paixões, É ao entardecer que me julgo mais distante e pando, ...
Enviado por Jorge-Santos
em 09/12/2019 00:42:11
Offline
Jorge-Santos
Como morre um Rei de palha...
De futilidades e empatias tenho a aorta cheia, Mas quando o céu morre e o frio se torna ci...
Enviado por Jorge-Santos
em 30/11/2019 22:30:02
Offline
Jorge-Santos
"Sic est vulgus"
"No light, but rather darkness visible" Dificilmente se nasce de geração espontânea...
Enviado por Jorge-Santos
em 29/11/2019 19:05:07
Offline
Jorge-Santos
Quantos Césares fui eu !!!
(Quando O César fui eu) Quantos Césares fui, quantos Furriéis, comandos E Cabos...
Enviado por Jorge-Santos
em 10/11/2019 08:55:19
Offline
Jorge-Santos
Nada se parece comigo
Quantos Césares fui, não digo, Nenhum se parece comigo nos testículos, No beiço, mais que ...
Enviado por Jorge-Santos
em 05/11/2019 21:59:49
Offline
Jorge-Santos
Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo"
Abro com a célebre frase de um autor bem mais conhecido do que eu certamente, terei...
Enviado por Jorge-Santos
em 01/11/2019 23:10:07
Offline
Jorge-Santos
Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente"
Sou o efeito do primeiro fogo, da primeira fogueira, Os segundos são os outros, fracos e o...
Enviado por Jorge-Santos
em 24/10/2019 22:36:29
Offline
Jorge-Santos
Morri lívido e nu ...
Tudo é eterno enquanto dura, O choro de um recém-nascido, O riso, o pranto, a vontade do a...
Enviado por Jorge-Santos
em 20/10/2019 20:28:54
Offline
Jorge-Santos
Dreaming Of A Better World
Olho sem ciência o horizonte que não descansa, Uma gaivota gritando significa que está ped...
Enviado por Jorge-Santos
em 17/10/2019 12:16:10
Offline
Jorge-Santos
Indigno eu
Escritor mecânico e doente, incurável monstro, Indigno eu, organismo morto, sem paladar Ou ...
Enviado por Jorge-Santos
em 13/09/2019 11:58:07
Offline
Jorge-Santos
Venho de uma pequena ciência,
Ao pousar do vento Anabático Despenha-se-me o pensamento, A lógica, o valor e o signi...
Enviado por Jorge-Santos
em 12/09/2019 10:54:42
Offline
Jorge-Santos
Ranho e linho...
Alma e pele, Espero por mim, eu próprio, dias Incógnitos e mudos, sonhamos depois, ...
Enviado por Jorge-Santos
em 29/07/2019 09:41:32
Offline
Jorge-Santos
Escrevo o que ninguém escuta ...
Escrevo o que ninguém escuta eu dizer, Se me manifesto pela saliva do nariz, Salvo a consci...
Enviado por Jorge-Santos
em 13/07/2019 10:44:38
Offline
Jorge-Santos
Supondo-me desperto
Despertei não sei do quê nem como, Se ainda durmo um tardio febril sonho Vestido a luto ou se ...
Enviado por Jorge-Santos
em 13/06/2019 18:10:11
Offline
Jorge-Santos
Tesoureiros da luz,
Tesoureiros da luz, Tenho alma de cão pastor cego, Sinto nas galáxias o que não vejo Cá ba...
Enviado por Jorge-Santos
em 19/04/2019 15:56:53
Offline
Jorge-Santos
O erro de Descartes ...
O erro de Descartes O erro da ciência é considerar Como um fungo, o pé de atleta. Descart...
Enviado por Jorge-Santos
em 04/04/2019 15:53:58
Offline
Jorge-Santos
Certidão de procedência
Certidão de procedência Qualquer coisa em mim se parece agora mais comigo, Pálpebras de be...
Enviado por Jorge-Santos
em 01/04/2019 18:27:23
(1) 2 3 4 ... 6 »