https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Offline
Leohuntr
Marulhos
Quase um corredor... Rodopiam silentes as quatro estações. Paredes ávidas por sonhos, as noites ...
Enviado por Leohuntr
em 11/03/2019 11:22:05
Offline
Leohuntr
Aquazulis
O poeta Luís Santos escreveu(LusoPoemas) com 3 pseudônimos: Aquazulis Darwin ...?
Enviado por Leohuntr
em 11/03/2019 06:25:29
Offline
Leohuntr
Aves canoras
Desconfio, Déjà vu ! Portugal, não quis ouvir, o Cúrio d' alma negra. Duvidou da voz e, das...
Enviado por Leohuntr
em 10/03/2019 00:00:21
Offline
Leohuntr
Serpenteando...
03:45 ... A tristeza exige que o galo ainda cante. A ninhada está coberta; o frio me alcança. ...
Enviado por Leohuntr
em 05/03/2019 08:54:46
Offline
Leohuntr
Há muito que eu me esqueci da tez do pretérito
De vez em quando o atilho lassa. Imensos pássaros passam, trazendo sementes amargas nos bicos to...
Enviado por Leohuntr
em 04/03/2019 05:38:06
Offline
Leohuntr
Os chimbotos
Realmente, existe muita coisa por trás das vãs criaturas. Croac...Croac...Croac... Croac...Cr...
Enviado por Leohuntr
em 23/02/2019 08:45:48
Offline
Leohuntr
Tocarola
Afagam-me as vertigens do embarque, a ternura dum céu miraculoso e diurno. Nuvens se põem a rod...
Enviado por Leohuntr
em 13/01/2019 18:25:08
Offline
Leohuntr
Anáguas de rubi e sangue
Ao acordar, eu vi que a mó dava ronda na cama. Vieram-me um tanto de nós... Vieram-me as lembran...
Enviado por Leohuntr
em 13/01/2019 11:21:40
Offline
Leohuntr
Rastro de tinta
Tu me chamas... Um arrepio passa alumiando o cerne, os sonhos dispersos, as fitas de amor. Tu ...
Enviado por Leohuntr
em 12/01/2019 02:34:15
Offline
Leohuntr
Os mistérios de Ida
Nada dói mais que visar larvas nestes versos. Nada dói mais!... Nem a solidão, nem as horas que ...
Enviado por Leohuntr
em 11/01/2019 12:16:09
Offline
Leohuntr
O Flamboyant
Não , não ria assim, meu amor! Não desperte os sonhos... Deixe que eles verdejem à sombra do Flam...
Enviado por Leohuntr
em 06/01/2019 01:01:33
Offline
Leohuntr
O caminho
Mais um dia se foi. A noite está lenta, dependurada e densa Tão longo o caminho... Maldig...
Enviado por Leohuntr
em 04/01/2019 02:54:16
Offline
Leohuntr
Poemas de amor
O sol nos teus olhos, barquinhas de oiro Borboleta de vida, página de sonho E eu só nesta loucura...
Enviado por Leohuntr
em 02/01/2019 10:30:05
Offline
Leohuntr
O Domo
No escuro do quarto, tento imaginar o seu rosto . Não é estranho?... Pouco a pouco, me perco ...
Enviado por Leohuntr
em 31/12/2018 21:54:34
Offline
Leohuntr
Entre o sol e o abismo
Quão imane foi o destino, roubar-te assim, dilapidando a ventura. O domingo ficou nebuloso, ao v...
Enviado por Leohuntr
em 31/12/2018 14:52:20
Offline
Leohuntr
Nas noites de Gaia
Esta noite sonhei contigo... Na guarda, a estrada perdia o juízo na cava púrpura moldada entre ...
Enviado por Leohuntr
em 30/12/2018 20:22:05
Offline
Leohuntr
O sangue escorre pela estância...
Amanhã irei embora... Deixarei a estância, atrás ficarão nuvens de sangue e, os pardais ataran...
Enviado por Leohuntr
em 30/12/2018 16:51:06
Offline
Leohuntr
Porquê? Por que os sonhos morrem ?
Os séculos marcaram pra se vingar naquela noite. As horas foram moldadas em forte temperança. O...
Enviado por Leohuntr
em 30/12/2018 10:08:30
Offline
Leohuntr
Não negue, eu sei.
Luma guia um frio olhar pelas brumas, lambendo putas e, as frestas. Aí o cerco aperta, esperma...
Enviado por Leohuntr
em 29/12/2018 19:06:26
Offline
Leohuntr
Na voz da serpentina
Por onde andarão as rúbeas noites? As taças, que abrigavam estrelas e quintais? A árvore que ze...
Enviado por Leohuntr
em 29/12/2018 11:35:34
(1) 2 »