https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 »
Offline
João Videira Santos
beijo
beijo a intempérie de teus lábios, a tempestade que os assola, o tremor que vulcaniza teu corpo...
em 08/05/2011 12:01:30
Offline
João Videira Santos
todos os olhares...
todos os olhares - dentro do teu - são a fantasia que curva a distância, o infinito que perpetua...
em 02/05/2011 10:25:09
Offline
João Videira Santos
este rio...
este rio que o sol rasga na brisa dos dias breves, é um navegar de mãos dadas no eco dos murm...
em 31/01/2011 10:53:59
Offline
João Videira Santos
a sara do mago (Saramago)
esta lágrima, vertida sentidamente, embarga a voz, todas as lembranças… no sentir, no...
em 19/06/2010 13:56:32
Offline
João Videira Santos
na treva...
na treva roxa do centauro, voam pássaros misteriosos... ...rodopiam no cansaço, procuram abrigo ...
em 01/06/2010 17:33:25
Offline
João Videira Santos
primavera...
primavera... ...e o hálito do vento já não é o que era... no astro da respiração, o azul intens...
em 21/03/2010 20:11:16
Offline
João Videira Santos
mulher
a propósito do dia internacional da mulher que se celebra a 8 de Março e lembrando Engels quando ...
em 07/03/2010 15:53:16
Offline
João Videira Santos
ai por ti (haiti, haiti)
no grito surdo da dor, lágrimas de sede, vida de tantas ceifada, no campo da pobreza… haiti, ha...
em 12/02/2010 22:06:02
Offline
João Videira Santos
os anos...
os anos vestem-se com adereço dos dias, dos meses vividos, as rugas vincam a face, agruras do sof...
em 27/12/2009 15:53:49
Offline
João Videira Santos
natal...
natal... esbarro na parede, na indiferença, no neon colorido, ensal...
em 09/12/2009 14:26:18
Offline
João Videira Santos
vejo-te...
vejo-te nas ideias transviadas, no oblíquo imaginário, na metamorfose do ser... vejo-te... ...c...
em 27/10/2009 22:56:29
Offline
João Videira Santos
engrenagem...
somos máquina no gélido cobertor da sociedade, engrenagem, rotina duma azáfama desmedida... ...
em 12/08/2009 18:18:59
Offline
João Videira Santos
balada do instante
deambulo na ideia errada, no gesto corroído por tantos gestos… quando a noite absorve o dia e a...
em 27/04/2009 22:35:14
Offline
João Videira Santos
na língua do silêncio...
na língua do silêncio, duas palavras... amor, desespero... moribundas, sofridas, ambas transmut...
em 12/01/2009 22:50:31
Offline
João Videira Santos
uivam os medos
uivam os medos no insonoro medo que teatraliza o receio… dante sorri por detrás das máscaras… f...
em 11/11/2008 22:24:48
Offline
João Videira Santos
paredes (graffitis)
paredes… altares de gritos, desordenados graffitis de caracteres e letras... memórias crav...
em 25/08/2008 09:14:58
Offline
João Videira Santos
mal me quer
meu bem, meu mal meu mal me quer de bem querer... mal me quer, bem me quer, muito, pouco, nada.....
em 21/07/2008 15:16:18
Offline
João Videira Santos
palavras, pensamentos...
palavras inteiras, fragmentos do desejo... pensamentos copulados no espaço dum beijo... nós, ...
em 25/06/2008 09:19:20
Offline
João Videira Santos
numa lágrima de sangue...
numa lágrima de sangue destilei a dor, a mágoa e o sofrimento, a palavra...amor!
em 17/06/2008 00:03:44
Offline
João Videira Santos
deusa e deus
rasgarás o ciúme na pálpebra do olhar amassando a raiva na desconfiança; comerás os fígados do ...
em 28/04/2008 15:23:24
(1) 2 3 4 »