https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 19 »
Offline
ONOVOPOETA
Sobejar de paixão
Sobejar de paixão Estou cheio do mel em meus versos Estou a sobejar à essência do amor Cresç...
Enviado por ONOVOPOETA
em 09/07/2017 17:43:25
Offline
ONOVOPOETA
Morte e vida
Morte e vida Pra onde vão os que vão e não voltam. O tempo nos põe em esquecimento. Esquece-se...
Enviado por ONOVOPOETA
em 15/06/2017 21:03:02
Offline
ONOVOPOETA
Beiços de homens
Beiços de homens Existem carcarás de lamas com belos beiços de homens com fuligens que escrev...
Enviado por ONOVOPOETA
em 27/01/2017 19:49:36
Offline
ONOVOPOETA
Oscilação
Oscilação É!!! O escuro de minha alma não está muito claro e o meu corpo pede êxtase pleno. ...
Enviado por ONOVOPOETA
em 23/11/2016 16:43:03
Offline
ONOVOPOETA
Talvez um anjo
Talvez um anjo Tens vindo buscar sorrateiramente os entes vem adoece sem que se apresse os lev...
Enviado por ONOVOPOETA
em 13/09/2016 16:13:21
Offline
ONOVOPOETA
Receio do remate
Receio do remate Quero ver de novo os raios metais dos estrondos obscuros. Tenho aceito longos...
Enviado por ONOVOPOETA
em 16/06/2016 18:28:36
Offline
ONOVOPOETA
10 graças
10 graças Está sem graça sem mulher e sem cachaça. Sem uma alegria coerente estou banguela c...
Enviado por ONOVOPOETA
em 29/05/2016 00:08:34
Offline
ONOVOPOETA
Sinfônica saúde
Sinfônica saúde Foi desse jeito sem arruaça ao anoitecer. A fatalidade é estar a viver com a ...
Enviado por ONOVOPOETA
em 22/04/2016 15:10:13
Offline
ONOVOPOETA
Santas descabidas
Santas descabidas Desconheço o mesmo fim para sua prenda assina o sujeito, caminha mesmo a er...
Enviado por ONOVOPOETA
em 21/02/2016 19:28:10
Offline
ONOVOPOETA
Vinho triste
Vinho triste O vinho do porto não afasta mais minha triste lucidez. Nem a sombra leve devast...
Enviado por ONOVOPOETA
em 21/02/2016 19:26:09
Offline
ONOVOPOETA
Lucidez abstrusa
Lucidez abstrusa Onde foi a morena pura com sua aura clara? Está morta ou morreu na distância...
Enviado por ONOVOPOETA
em 24/12/2015 11:30:53
Offline
ONOVOPOETA
Oportunistas
Oportunistas Necessitamos de um Deus. Necessitamos de uma religião, de um trabalho, de lazer...
Enviado por ONOVOPOETA
em 07/11/2015 21:49:03
Offline
ONOVOPOETA
Fluidos mínimos
Fluidos mínimos Minha cruz com toda ética ainda vive e expectora mais um novo filosofar. Com n...
Enviado por ONOVOPOETA
em 23/09/2015 12:05:05
Offline
ONOVOPOETA
Mortos odoríferos
Mortos odoríferos Existe um louco, um cardeal universal. Com domínios corrosivos e mortíferos...
Enviado por ONOVOPOETA
em 21/07/2015 11:33:44
Offline
ONOVOPOETA
Princesa do gueto (A morte da princesa).
Princesa do gueto (A morte da princesa). Alice nasceu na favela com nome de princesa menina ...
Enviado por ONOVOPOETA
em 13/06/2015 19:26:03
Offline
ONOVOPOETA
Dias encafifados
Dias encafifados O que anda passando nessa minha mente besta. História de lobisomem guarda...
Enviado por ONOVOPOETA
em 29/04/2015 12:05:07
Offline
ONOVOPOETA
Amor de seis rimas
Amor de seis rimas Eu espero o amor com muita pressa, de louça e rica. Eu quero uma flor, o...
Enviado por ONOVOPOETA
em 27/03/2015 11:34:02
Offline
ONOVOPOETA
Mortos do vaso
Mortos do vaso Sórdida, sínica e sinistra me assustou quando eu fazia xixi no vazo que tinha...
Enviado por ONOVOPOETA
em 15/02/2015 12:30:11
Offline
ONOVOPOETA
Memórias de girassol
Memórias de girassol Tenho uma morada abrumada. Tudo no mundo hoje está nebuloso. Minha namo...
Enviado por ONOVOPOETA
em 15/01/2015 10:16:36
Offline
ONOVOPOETA
Luzes dos lampiros
Luzes dos lampiros Estou aflito com esta sonolência de entulhos. Brota nas minhas gemas e n...
Enviado por ONOVOPOETA
em 23/12/2014 13:41:51
(1) 2 3 4 ... 19 »