https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 37 »
Offline
LucianoSpagnol
A PRIMAVERA
Dentre todas, eu novamente Aqui num novo ciclo a brotar Sou a reflora, oh minha gente! A todo can...
Enviado por LucianoSpagnol
em 18/09/2017 19:00:42
Offline
LucianoSpagnol
NOTA FORA DO TOM
NOTA FORA DO TOM O cerrado, seco, árido som é fado um megaton tumultuado nota fora do tom que ne...
Enviado por LucianoSpagnol
em 15/09/2017 21:05:07
Offline
LucianoSpagnol
AGORA
o cerrado tornou-se anuário um conflito de cada vez um desvario diário e no calendário, vário, er...
Enviado por LucianoSpagnol
em 12/09/2017 01:55:57
Offline
LucianoSpagnol
VOZ DO SILÊNCIO
O silêncio brada vazios inconfessos Num linguajar da emoção em espera Desatados da tribulação tão...
Enviado por LucianoSpagnol
em 09/09/2017 22:32:02
Offline
LucianoSpagnol
GRITO
Corações cerrados devaneados no chão vivido torto, ressequido árido e empoeirado. Que crasta arr...
Enviado por LucianoSpagnol
em 08/09/2017 13:43:29
Offline
LucianoSpagnol
A SOMBRA DE UM PEQUIZEIRO
Fugi da sequidão do mormaço, do calor grosseiro busquei, na beira do ricão a sombra de um pequize...
Enviado por LucianoSpagnol
em 08/09/2017 11:28:17
Offline
LucianoSpagnol
AMADOR SEM COISA AMADA
Ando no cerrado sem coisa amada No coração um eco de um amador Que atroa pela emoção tão atada A...
Enviado por LucianoSpagnol
em 07/09/2017 14:13:08
Offline
LucianoSpagnol
QUEM SOMOS
Quem somos? Poeira Despidos Singelos hora primeira No equilíbrio divididos No querer o poder Rev...
Enviado por LucianoSpagnol
em 05/09/2017 10:33:47
Offline
LucianoSpagnol
CANÇÃO MÍNIMA
No cerrado do planalto brotam quimeras de cetim E, no teu traçado, asfalto canteiros, em um jard...
Enviado por LucianoSpagnol
em 04/09/2017 10:39:42
Offline
LucianoSpagnol
ADEUS AGOSTO
Adeus agosto, vai-se com a secura Chegando o afável e a primavera O tempo vai tecendo a sua costu...
Enviado por LucianoSpagnol
em 02/09/2017 01:09:37
Offline
LucianoSpagnol
BEM VINDO! SETEMBRO...
...é sentir a beleza e a leveza de uma pétala. SETEMBRO É setembro, mês de transmudação Nuven...
Enviado por LucianoSpagnol
em 31/08/2017 19:53:19
Offline
LucianoSpagnol
AMANHECÊNCIA
Na manhã do cerrado, a amanhecência O sequioso sol escorre numa enxurrada Dissolvendo a noite num...
Enviado por LucianoSpagnol
em 31/08/2017 12:50:40
Offline
LucianoSpagnol
SOLIDÃO EM VERSOS
Os versos que não pude criar E que não redigem o tal verso Na saudade é verso perverso De um tal ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 21/08/2017 12:45:52
Offline
LucianoSpagnol
IPÊ ROSA
Cálice róseo de fulgaz formosura Donde vem teu matizado, o tom Que o árido cerrado te escultura ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 20/08/2017 12:34:15
Offline
LucianoSpagnol
UM POEMA DE AMOR
Onde escrever um poema de amor Se branco está o papel sem pauta Se preciso é senti-lo sem sugar d...
Enviado por LucianoSpagnol
em 19/08/2017 12:32:47
Offline
LucianoSpagnol
ALVORECER DO CERRADO GOIANO
Alvorece de nuvens o céu do cerrado Num alvacento tal penugem a nublar O Sol despertante no adeus...
Enviado por LucianoSpagnol
em 18/08/2017 13:55:56
Offline
LucianoSpagnol
DESAFIO (soneto)
O meu fadário é devanear solitário Ter o cerrado a desfolhar no olhar Sonhar acordado e no mesmo ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 16/08/2017 02:59:14
Offline
LucianoSpagnol
O SOL
Para que curvaste no beiral da ventana e pelo chão se arraste? É por seres luz soberana querendo ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 14/08/2017 14:51:42
Offline
LucianoSpagnol
DIA DOS PAIS
AOS PAIS AUSENTES... FELIZ DIA DOS PAIS, AOS PRESENTES! A Voz do Meu Pai (soneto) A voz do meu ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 13/08/2017 12:07:32
Offline
LucianoSpagnol
CÉLERE (soneto)
E lá se vai o tempo, portentoso Onde não vai a lentidão do fado E de longe, eu distante, saudoso ...
Enviado por LucianoSpagnol
em 12/08/2017 12:29:42
(1) 2 3 4 ... 37 »