https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de AntónioFonseca

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de AntónioFonseca

AVC

 
AVC
 
A vida tem tantos
Abraços para a morte
Que se esconde
Nas veias da tristeza
Onde as facas aguçadas
Provocam os avc.

António Fonseca
 
AVC

TENHO

 
 
Tenho a mulher
Que amo
Mas não
Tenho tempo
Para amá-la.

António Castela
 
TENHO

Detesto deixar-te por momentos.

 
Detesto deixar-te por momentos.
 
Detesto deixar-te por momentos.
Eu sei, mas com o avançar da idade...
já custa e dói.
E andam os nossos velhos...
uns a lamentarem-se e a serem teimosos.
Outros a desvalorizarem as suas vidas.
E nós a lutarmos arduamente.
Enfim !
Anda tudo de candeias às avessas.
Este país é bom e lindo...
Mas é só para oportunistas, políticos e outros mais que vivem de expediente.
As vitimas são sempre as mesmas.
Mal dos que precisam!
Antigamente a ganância e o capitalismo,
eram condenados.
Hoje são camuflados e apreciados por grupos e maçonarias.
Que mundo podre é este em que o bicho homem vive.
Neste jogo da vida, o importante é mesmo, o elixir do amor em amar e ser amado, como é óbvio.

António Fonseca.


António Fonseca.
 
Detesto deixar-te por momentos.

Pensamento de revolta

 
Pensamento de revolta
 
Que Deus me perdoe.
Mas horas e dias passados no trabalho...
são momentos perdidos nesta vida.
Viva a chantagem e exploração laboral!

António Fonseca
 
Pensamento de revolta

POIS

 
POIS
 
 
Cuidado com os espreitas
Ninguém é exactamente como é
O inimigo está à espreita
Não basta que confiemos
Todo cuidado é pouco
Ele tem duas caras.
 
POIS

Encheria uma taça

 
Encheria uma taça
 
Encheria uma taça
de bom vinho,
bebendo até que o
meu medo desapareça,
e que possa molhar
os meus lábios nos teus,
com o trago deste aroma.
Amar e dor
calor dos sentimentos.
Fazer amor é
prazer orgânico dos corpos,
que misturados
dão um condimento ferveroso,
onde o respeito sai a ganhar.

António Fonseca

António Fonseca
 
Encheria uma taça

Hoje quero escrever-te

 
Hoje quero escrever-te
 
 
Hoje quero escrever-te
Escrever para te ter
Para voltar sempre junto de ti
Escondo-me de mim
Para ver o nosso ontem
E o resto da nossa vida.

António Fonseca.
 
Hoje quero escrever-te

VERDADEIRO

 
VERDADEIRO
 
Um verdadeiro amor perdura e fortalece-se nos momentos mais difíceis.
No nosso sentimental amor, o teu sorriso, o teu olhar nos olhos, o teu calor humano, a tua paixão e ternura, fazem com que o nosso amor e prazer queime entre nós, promovendo assim a paz e que a dor do amor não exista, permanecendo sim a luz que ilumina a nossa relação e união.
Por tudo isto, com esta força de amor, nunca será uma perda de tempo, nem tão pouco uma perda de vida.

Amor, sem o teu amor nada sou...Amo-te

António Fonseca
 
VERDADEIRO

Aqui eu a pensar em ti ..desejo-te

 
Aqui eu a pensar em ti ..desejo-te
 
Aqui eu a pensar em ti ..desejo-te
Continuo apaixonado por ti...
Desejo-te e quero....
Que tenhamos mais tempo....
E espaço para nos...
És quente como a chama de uma vela..
Serás sempre o meu porto de abrigo...
Sabes minha querida é um regozijo..
Ser pai dos nossos..filhotes..
Meu amor estou no cafe do quiosque...
daqui a dez minutos desce e vem beber...
um cafezinho comigo....amo-te.!!

Antonio Castela Fonseca .
 
Aqui eu a pensar em ti ..desejo-te

PENSAMENTO

 
PENSAMENTO
 
 
Todo o homem
Que gosta e vibra
Com o rock e heavy metal
Tem mais probabilidades
Em ter a testosterona em alta

António Castela Fonseca
 
PENSAMENTO

Meu Amor

 
Meu Amor
 
 
Eu gostava de poder tirar
As palavras mais belas aos poetas
Fazer para ti um lindo poema de amor.

Queria encontrar versos nunca antes escritos
Para te mostrar que o que nos une
É único e muito especial.

Obrigado meu amor
Vou ficar contigo e morrer com esse teu sorriso.

António Castela Fonseca
 
Meu Amor

São gestos, são atos

 
São gestos, são atos
 
São gestos, são atos,
que entrenham-se
em dois corpos
loucamente cúmplices, amantes
e sedosos, em que se perpetuam
nas profundezas dum "climax" impar.

António Fonseca

António Fonseca
 
São gestos, são atos

PONTO

 
 
Cheguei a um ponto que:

Estou-me nas tintas se gostam de mim ou não.
A maioria das pessoas nem delas mesmo gostam.

António Castela
 
PONTO

O melhor ato que....

 
 
O melhor ato que
Um homem ou uma mulher
Pode receber é o seu carinho
E afeto,num amor singelo e verdadeiro.

António Fonseca.
 
O melhor ato que....

AMOR

 
AMOR
 
 
Aqui existe o homem
Perfeito e imperfeito
De carne e osso
Que ama a sua mulher
 
AMOR

AMAR

 
AMAR
 
 
Tenho uma mulher que amo
Mas tenho pouco tempo para amá-la
Aqui o teu cavaleiro andante
Luta e ama-te
Amar é uma responsabilidade
Com respeito e lealdade
Ai ai loba, só tu me dás gozo
amar-te é um prazer
Escrevemos esta noite um poema
Ao ritmo do nosso amor te amo
És o meu expoente máximo
Bom dia amor, só tu mesmo, eu te amo
O coração pára, arranca, engasga
Bom dia mulher

António Castela Fonseca

Quando te vi amei-te já muito antes
Tornei a achar-te quando te encontrei
Nasci pra ti antes de haver o mundo

Fernando Pessoa
 
AMAR

A Torneira do Sampaio

 
A Torneira do Sampaio
 
 
O Sampaio da torneira
Com uma grande bebedeira
Foi tomar banhos à praia
Era tão grande a piela
Que ao despir a farpela
Às calças chamava saia
Doía-lhe a barriga das costas
E as costas do cachaço
Era maneta de um ouvido
E não ouvia nada de um braço.

E prontos...viva vinho e a cachaça.

Sabedoria Popular
 
A Torneira do Sampaio

É por vontade de Deus...

 
É por vontade de Deus...
 
 
É por vontade de Deus
Que vive-se neste amor
Sem ansiedade
Onde os filhos são a sua benção
E a nossa felicidade.

AntónioFonseca
 
É por vontade de Deus...

O Mundo repousa sobre o engano

 
O Mundo repousa sobre o engano
 
O Mundo repousa sobre o engano
e a própria vida
é uma ilusão.
No entanto é preciso
ser-se muito lúcido
para se distinguir
as ilusões agradáveis,
das que não o são.
Confiemos na paixão de Cristo.
O bom vinho deve beber-se
e saborear o seu trago
em pequenos goles,
assim como Deus, nos ama.
O mundo está sempre em mudança.
Devemos trocar a agressividade
pela a amabilidade, pois a fé
ultrapassa o alcance dos sentidos,
onde a vida não tem sentido sem amor.

António Fonseca

António Fonseca
 
O Mundo repousa sobre o engano

Camões

 
Camões
 
 
Tomou-me vossa vista soberana

Tomou-me vossa vista soberana
Aonde tinha as armas mais à mão,
Por mostrar que quem busca defensão
Contra esses belos olhos, que se engana.

Por ficar da vitória mais ufana,
Deixou-me armar primeiro da razão;
Cuidei de me salvar, mas foi em vão,
Que contra o Céu não vale defensa humana.

Mas porém, se vos tinha prometido
O vosso alto destino esta vitória,
Ser-vos tudo bem pouco está sabido.

Que posto que estivesse apercebido,
Não levais de vencer-me grande glória;
Maior a levo eu de ser vencido.

Luís de Camões



FELIZ DIA DE PORTUGAL
 
Camões