Poemas, frases e mensagens de cristhal

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de cristhal


A NAUFRAGA DO TEMPO

 
Simulo o ócio em banais gestos
Contido nos meus oásis de memórias
Serenamente vou narrando a minha história
Resumida no apogeu de algumas glórias:

Angariar do vento; A tranquilidade
Distribuir uma; Em oratórias
Inundar- me; Nuns olhos da cor do mar
Sentir; O som da brisa com o seu palrar.

E tanto que dou de mim e nada sobrou!

Continuarei o trilho que me traçaram
Sem um gemido de mágoas...
Que cobraram de mim.

A naufraga do tempo.

Maria Valadas.
 
A NAUFRAGA DO TEMPO

SEGREDO

 
Penso em ti...!
Secretamente penso que pensas em mim.
Talvez os nossos pensamentos se cruzem ...
num momento fugaz que não queremos confessar
nem contar, nem pensar.
Só se o tempo abrisse uma brecha,
onde pudéssemos estar, sem estar.
Onde nem sequer seria possível voltar nem encontrar
Um lugar onde pudéssemos beijar
sem ter de lá estar...
Onde pudéssemos voltar ao tempo do antes...
de não puder nem ousar.
Um lugar onde só nós estaríamos...
sem estar.
Onde olhar seria desejar.
Onde o desejo não seria de algo mais do que amar, sem ousar.
Onde seria estar sem hesitar em contar...
O que nos leva a ousar sem pudor.

Maria Valadas
 
SEGREDO

SERENA

 
Em serena reflexão, espelhei-me na lua prateada
Assombro! Aimanado como uma folha de Outono
Amarelecida e rugosa, a ter como tecto a geada
Eu! Que em alvoradas entreguei-me ao abandono.

Decifrando fantasias de tempos ainda memoráveis
Que em meu peito, desenhados, sulcos dos tempos
Esgotados na égide do âmago, mas tão decifráveis
Esvoaçada do chão, corrompida por passatempos.

Salpicos de neve, adornam- me os cabelos outonais
Prenúncio! Do longo inverno que se avizinha
Em meu leito jazerá meu corpo inerte de mortais.

E, a alma viajante pretenderá adejar tal andorinha
Sequiosa de repouso... dos agitados vendavais
Ressurgirá ténue e corpóreo, como uma avezinha.

Maria Valadas
 
SERENA