Teia de Amizade

Data 17/07/2007 02:29:45 | Tópico: Poemas -> Amizade

À Ana, pela luz que a transcende…

Canta-me um poema,
Declama-me uma frase,
Saboreia cada palavra,
De uma amizade não fugaz.
Conhecer-te não foi simples,
Amiga das horas todas;
Nosso destino é um mar
De sonhos mortos…
Vividos…
Passados…
Mas partilhados.

Agradeço a amizade,
Reclamo a saudade;
Vem e traz verdade
A um sentimento de naturalidade.

Pisa os ventos do deserto,
Sobe ao som do coração;
Ajuda-me com um certo
A encontrar a luz da gratidão.

Valoriza o que és,
Semeia o que serás,
Colherás com fé
Aquilo que darás.
Mais, muito mais…
Dá de ti e conquista
A glória do momento
Com um olhar realista.

Não és um ser único…
É único o teu ser!




Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=12171