Finalmente percebi que não sou lá grande costureira de poesia

Data 22/06/2010 17:48:05 | Tópico: Poemas -> Humor

Nada percebo de versos
Feitos por medida
Chamam-lhes métricas
Ou redondilha

Redonda era a rodilha
Feita de trapos a tal rodela
É que isto de equilibrar a bilha
Não ía lá se não fosse com ela

Desenganem-se os alfaiates
E as costureiras de meia tigela
Que costuram o poema só pelas rimas
Há que usar o preceito da fita métrica

Que raio de coisa esta
Que não consigo atinar
A poesia é muito complexa
Dá-me vontade de a deixar

Vou mas é atirar-me à prosa
Pode ser que me safe melhor!





Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=138373