SENSAÇÃO PLENA DO TEMPO!

Data 30/07/2010 03:59:28 | Tópico: Textos

Vi o tempo implacável
Materializado da degeneração
Física da velhice.

Vi o tempo eternizado de pretérito
No esquecimento das lembranças...

Vi o tempo de perecibilidade
Extinguindo-se de natureza viva em morta.

Vi o tempo oxidado
Saturando em ferrugens os sentimentos.

Vi o tempo recôndito
No desabrochar oculto de uma rosa,
No secreto crescimento de uma procriação

Vi o tempo calado
Impregnado de silencio
No isolamento da solidão.

Vi o tempo esperançado
Imbuído de expectativa
De fé e confiança
Em desejos de realização

Vi o tempo consumado
Na batalha diária da vida em luta.

Vi o tempo sôfrego
Suavemente invadido de descanso

Vi o tempo pulsar
Na percepção lenta da juventude
E fugaz fugitivo da plena maturidade.

Vi o tempo dentro de mim
E me vi dentro do tempo
No espírito da vivencia
No sentido do espaço.

Lufague



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=144046