Pequeno Teatro

Data 27/10/2010 00:41:01 | Tópico: Poemas

( Joaquim Peneiras )

Aqui estou eu o Joaquim Peneiras
Desculpem lá as minhas maneiras
Vivo numa casa perto das bananeiras
Ricaço por dentro com grande amor de aço
Burlão e calão e por vezes palhaço
Vou desabafar e beber o meu bagaço

Estou apaixonado pela Maria Graça
Mulher bairrista loiraça
Vende frutas frescas no mercado de Alcobaça
Pecados meus quando lembro-me dela
Imagino-me eu a dar-lhe uma apertadela
Ainda sinto o seu cheiro de canela

( Maria Graça )

Raios partam o homem que me atormenta
Nem forças tem na ferramenta
Deveria pôr-lhe pimenta
Coitada de mim se casar
Não quero nem pensar
Que com ele vou ficar



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=157539