Fantasmas

Data 04/10/2007 12:46:47 | Tópico: Poemas -> Reflexão

Se há cismas
Nascem fantasmas
Na cabeça
Que minam
Até que dominam
E tudo começa.

Não vestem casacos
São macacos
Que moem
São ideias
Que nos correm nas veias
E doem.

São minhocas
Em cabeças ocas
Já cheias
São amargos de bocas
De palavras loucas
Tão feias.

São um sinal
De auto descontrole
Emocional
E de coração mole
Esconde-se o sol
Tudo vai mal.

São a incerteza
Tornada fraqueza
Mental
E com subtileza
Atraem a tristeza
É fatal.

A auto estima
Não está em cima
É inimiga
Quem a subestima
E desanima
Só se castiga.

bloackt:


Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=19143