Silêncio

Data 09/08/2011 03:12:06 | Tópico: Poemas -> Amor



andando na praia o frio da areia gela meus pés
sentada a beira d'água ouço o quebrar das ondas

no horizonte infinito conto as estrelas
na concha quietinha ao meu lado ouço seu nome

sinto meu coração triste, pequeno em meu peito
batendo em silêncio, doendo desse jeito

querendo nos grãos de areia me esconder
para nunca chegar a te dizer

dizer? o que dizer? que te amo?
já sabes mas não me quis, fugiu e me iludiu

calada te amei, te toquei e em cada curva te beijei
deitei e sonhei, mas pobre de mim eu acordei

na minha cama te procurei, no meu peito te guardei
meu ventre eu te dei, no seu colo te amei

mas o silêncio grita em meu quarto
me deixa surda, cega e muda

planta sem raiz, sede sem água
me prometestes a lua mas só me deixou nua

coração ainda em silencio bate
mas parou como o vôo do beija-flor

que se trancou e congelou
como uma prima vera sem flor



Este texto vem de Luso-Poemas
https://www.luso-poemas.net

Pode visualizá-lo seguindo este link:
https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=195025